Premier League

Ten Hag e Klopp se uniram em causa que transcende o futebol

Técnicos de Manchester United e Liverpool fazem apelo aos torcedores após prisões por 'cantos de tragédia' registrados no último encontro entre as equipes

Na manhã deste domingo (7), o Old Trafford recebe o maior clássico do futebol inglês. Manchester United e Liverpool medem forças a partir das 11h30 (horário de Brasília), em jogo válido pela 32ª rodada da Premier League. Infelizmente, a rivalidade entre as duas torcidas tem extrapolado o campo de jogo. No último embate, pela Copa da Inglaterra, dois adeptos dos Red Devils foram presos sob suspeita de cantos trágicos em alusão ao ‘Desastre de Hillsborough’, que vitimou centenas de fãs do Liverpool em 1989.

Com intuito de apaziguar os ânimos e evitar que cenas como essa se repitam, Erik Ten Hag e Jürgen Klopp, técnico de United e Liverpool, respectivamente, fizeram um apelo aos torcedores que comparecerem ao Old Trafford neste fim de semana. Além de respeito e empatia, os dois treinadores pediram que os adeptos foquem apenas em torcer para seus respectivos clubes.

O que Ten Hag e Klopp pediram aos torcedores?

Ten Hag

— É parte do meu dever lembrar a todos os torcedores que têm a sorte de estar no jogo que ele deve ser aproveitado da maneira adequada, e não usado como desculpa para abusar dos torcedores rivais. Sobre Hillsborough, Heysel ou quaisquer outras tragédias históricas.

— Esta é uma das rivalidades verdadeiramente grandes no esporte mundial, por muitas das razões certas, e é nossa responsabilidade mantê-la assim. Quer os clubes se defrontem em Old Trafford ou em Anfield, todos os adeptos devem concentrar-se inteiramente em apoiar a sua equipe. E tanto Jürgen (Klopp) como eu confiamos que podemos contar com isso.

Klopp

— Acho que é muito importante. Existem aspectos diferentes, mas um aspecto é que, honestamente, não ouço isso quando estou na área técnica, mas me dizem que isso acontece e isso obviamente não é bom. Mas, em geral, é útil educarmos nossos filhos em coisas específicas: respeito, compreensão, todo esse tipo de coisas.

— Acabei de ver dois dos maiores clubes do mundo, então vamos mostrar um pouco de classe nesses momentos. Não cante isso ou aquilo. Basta mostrar classe, deixar os times brigarem em campo, vamos jogar futebol. Está tudo bem. Além disso, basta mostrar um pouco de classe, esse seria o meu desejo para todos nós.

O que aconteceu no clássico da Copa da Inglaterra?

Em campo, Manchester United e Liverpool protagonizaram um verdadeiro espetáculo nas quartas de final da Copa da Inglaterra. Com direito a roteiro insano e virada no 2º tempo da prorrogação, os Red Devils venceram o arquirrival por 4 a 3 e garantiram vaga na próxima fase. Entretanto, como citado acima, episódios nas arquibancadas de Old Trafford acabaram manchando o espetáculo das duas equipes.

A Polícia da Grande Manchester prendeu dois torcedores do Manchester United após ambos terem sido flagrados ecoando cânticos em alusão ao ‘Desastre de Hillsborough’, em clara provocação a adeptos do Liverpool. Outros dois fãs dos Red Devils também acabaram presos, um por ofensa à ordem pública com agravamento racial e um segundo por invasão de campo.

Além disso, três torcedores do Liverpool também foram detidos. O motivo? Posse de drogas “Classe A” e artefatos pirotécnicos.

O Desastre de Hillsborough

Considerado a maior tragédia da história do futebol inglês e uma das maiores do mundo, o “Desastre de Hillsborough” ocorreu no dia 15 de abril de 1989, no Estádio Hillsborough, em Sheffield, durante o jogo entre Liverpool e Nottingham Forest, válido pelas semifinais da Copa da Inglaterra.

Na ocasião, 95 torcedores do Liverpool morreram pisoteados e outros 766 ficaram feridos. A 96ª vítima veio a óbito quase um ano depois do trágico incidente. Em 27 de julho de 2021, faleceu a 97ª vítima: Andrew Devine, que sofreu danos cerebrais por conta do desastre e permaneceu em estado vegetativo desde então.

Após muito estudo e investigação, ficou constatado que a tragédia foi causada pela superlotação do estádio, aliada ao seu péssimo estado de conservação. O local não cumpria as normas mínimas de segurança e não poderia comportar a quantidade de torcedores que recebeu naquele evento.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo