Premier League

Sánchez vem carregando o Arsenal rumo a uma vaga na Champions cada vez mais possível

No auge da crise do Arsenal nesta temporada, um dos personagens principais era Alexis Sánchez, que estaria insatisfeito com a situação do clube e tem contrato por apenas mais um ano. As imagens do chileno dando risada enquanto seus companheiros eram destroçados pelo Bayern de Munique não serviram para colocar panos quentes no assunto. No entanto, tem sido decisivo na tentativa cada vez mais real dos homens de Arsène Wenger de se classificarem para a próxima Champions League.

LEIA MAIS: Em meio a indefinições, Alexis Sánchez é o fio de esperança do Arsenal para chegar à Champions

Foi assim na vitória sobre o Southampton, no meio de semana, e na goleada por 4 a 1 sobre o Stoke City, fora de casa, neste sábado: Sánchez deu um passe brilhante para Özil fazer o segundo gol, dando um pouco de tranquilidade para os visitantes. Quando Peter Crouch descontou, colocando a vitória do Arsenal em risco, o chileno pegou a bola, entrou na área, bateu cruzado e fez o terceiro.

Sánchez, aliás, marcou seu 21º gol na Premier League depois de ter pedido substituição e com dores na coxa. Foi trocado Ramsey logo na sequência e vira preocupação para as últimas duas partidas do Arsenal, que podem ser essenciais para o futuro do clube – e de Wenger.

Com cinco vitórias nas últimas seis rodadas, o Arsenal está a apenas um ponto do Liverpool, quarto colocado, com o mesmo número de jogos. Os Reds entram em campo, neste domingo, contra o West Ham, e recebem o Middlesbrough, na última rodada. Os Gunners enfrentam o rebaixado Sunderland, na terça-feira, e fecham a conta contra o Everton, daqui a dois domingos.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo