Premier League

Quatro gols, uma assistência e o dono do baile: Gabriel Jesus tem atuação fantástica nos 5×1 sobre o Watford

Gabriel Jesus teve a atuação mais efetiva de sua carreira e garantiu os três pontos sobre o Watford, para pressionar o Liverpool na corrida pelo título

Gabriel Jesus transformou seu momento na Premier League. Depois da seca de gols, o atacante tirou um peso das costas com a participação decisiva no recente empate com o Liverpool. Já neste sábado, o atacante teve uma atuação impecável para garantir mais três pontos aos líderes do campeonato. Os Citizens pegavam o cambaleante Watford e nada além da vitória era esperado no Estádio Etihad. Jesus, então, aproveitou a oportunidade para fazer uma atuação de gala. O brasileiro anotou quatro gols, deu uma assistência e foi muito ativo nas ações de seu time. O placar de 5 a 1 está na conta do atacante.

Gabriel Jesus registrou o recorde de sua carreira em gols marcados e em participações em gols. Antes disso, a atuação mais efetiva do atacante tinha acontecido num 9 a 0 sobre o Burton pela Copa da Liga, em 2019. Também registrou tripletas diante de Dinamo Zagreb e Shakhtar Donetsk pela Champions League. Contudo, nunca tinha feito mais do que dois gols numa mesma partida pela Premier League. Nesta temporada, Jesus tinha marcado três gols em suas primeiras 23 aparições pelo Campeonato Inglês, superando tal marca em apenas 90 minutos contra o Watford.

O favoritismo do Manchester City se confirmou logo aos quatro minutos. Gabriel Jesus marcou o seu primeiro e deu tranquilidade aos celestes. Num cruzamento de Oleksandr Zinchenko na esquerda, o atacante estava em boa posição para escorar a bola para dentro. O domínio era todo dos Citizens, mas o Watford perdeu uma grande chance de empatar aos 12, quando Zinchenko fez um desarme providencial em contra-ataque aberto de Emmanuel Dennis. Porém, o City seguia bem mais agressivo e forçaria boas defesas de Ben Foster. Os Hornets teriam duas reclamações de pênalti, nada marcado pela arbitragem.

O placar se tornou mais confortável para o Manchester City aos 23 minutos. Gabriel Jesus ampliou de cabeça, graças a um cruzamento primoroso de Kevin de Bruyne. Contudo, uma dose de desatenção permitiu que o Watford descontasse. Dennis aproveitou a passagem de Hassane Kamara pelo corredor na esquerda e o lateral definiu cruzado. Nada que incomodasse tanto os Citizens, que fariam o terceiro aos 34. Seria mais uma participação de Gabriel Jesus, que brigou pela bola na ponta direita e cruzou para a entrada da área. Ainda assim, os méritos são todos de Rodri, que pegou na veia e marcou um golaço, sem chances para Foster. A reta final do primeiro tempo ainda contou com mais um bom número de oportunidades para o City, com muita presença de Jesus, mas sem precisão nas definições.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, o Manchester City alargou sua goleada. De novo, com auxílio de Gabriel Jesus. O atacante sofreu pênalti ao tentar driblar Ben Foster e converteu, em batida segura. Estava de bom tamanho? Não para Jesus. O atacante assinalou o quinto gol dos celestes, seu quatro na tarde, aos oito minutos. Seria uma jogada bem construída da equipe, com trocas de passes em progressão. O brasileiro tabelou com De Bruyne e finalizou de primeira, no contrapé de Foster. Só então os mancunianos tiraram um pouco o pé do acelerador, mas seguiam mais presentes no ataque. Pep Guardiola podia dar um descanso a parte dos titulares, incluindo De Bruyne.

O restante do segundo tempo era arrastado. O Manchester City gastava o tempo e rodava a bola no campo de ataque. Gabriel Jesus não precisava se esforçar tanto. Enquanto isso, o Watford mal gastava energias para tentar responder. Teria uma cabeçada de João Pedro para fora aos 36, mas raros eram os espasmos dos visitantes. Não que Foster trabalhasse muito do outro lado. Jesus ficou em campo até o apito final, com os aplausos concentrados no momento em que seu nome foi anunciado como o melhor jogador em campo nos alto-falantes. Tinha toda a razão.

O Manchester City bota pressão sobre o Liverpool, chegando aos 80 pontos. Os Reds, com 76, entram em campo neste domingo e disputam o clássico contra o Everton. O Watford, por sua vez, se complica um pouco mais na luta pela sobrevivência. Antepenúltimo colocado, com 22 pontos, o time permanece a sete de sair do Z-3.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo