Premier League

Paul Scholes: “Bruno Fernandes é um jogador melhor do que eu fui”

Bruno Fernandes vive um primeiro ano dos sonhos no Manchester United, criando grande parte dos gols dos Red Devils e sendo o principal responsável pela melhora observada na equipe ao longo de 2020. Agora, ganhou também um carimbo de aprovação importante em forma de elogio raro: Paul Scholes, normalmente bastante crítico em suas análises, afirmou que o português é melhor jogador do que ele próprio, Scholes, foi.

Em entrevista à MUTV, Scholes destacou a quantidade de gols que Fernandes marca e cria para reforçar seu argumento, afirmando que gostaria de ter sido companheiro de equipe do português.

“Ele é melhor do que eu. É diferente de mim. Marca mais gols do que eu marcava, cria mais gols do que eu criava. Eu gostaria de jogar com ele, provavelmente atrás dele. Mas, de verdade, ele tem sido sensacional, uma grande diferença à equipe”, avaliou.

Scholes destacou o retrospecto do Manchester United na Premier League desde que Bruno Fernandes estreou pelo clube. Se somarmos as rodadas do fim da temporada passada a partir do momento da estreia do português com as da campanha atual, levando em conta também que o United vença o jogo adiado que ainda tem a fazer com o Burnley, os Red Devils seriam os líderes de uma hipotética tabela do Inglês de fevereiro até agora.

“O que ele está fazendo é fenomenal, de verdade. Acho que, se você olhar, desde que ele chegou, o United seria líder da liga (de fevereiro até agora) se vencer o jogo que tem a menos, com mais pontos que o Liverpool, o que é estranho de pensar, porque eles tiveram um começo muito ruim de temporada (atual)”, apontou Scholes.

“Acho que, antes de sua chegada, o United mal conseguia criar uma chance do jeito que estava jogando, mas agora parece que eles podem marcar, três, quatro, cinco gols a cada jogo”, destacou.

Questionado sobre as chances do Manchester United de brigar pelo título da Premier League atual, Scholes alertou que há ainda um degrau de nível a se atingir para de fato bater de frente com o detentor do título, o Liverpool.

“Se as pessoas acham que o Manchester City está na briga, você imagina que a gente esteja por perto também. Possivelmente, precisamos melhorar, porque o Liverpool estabeleceu um padrão muito alto. Já perdemos três jogos, e acho que os últimos dois campeões perderam três e quatro jogos em suas campanhas.”

Ainda assim, Scholes vê um caminho possível, contanto que o elenco do United não sofra muito com lesões. “Já se passaram 14 jogos, e precisaremos ter uma sequência boa de resultados, sem dúvida. Acho que se o Ole mantiver 12, 13, 14 jogadores em boa forma, teremos uma chance (de brigar pelo título)”, projetou.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo