Premier League

Passeio em Anfield teve dois gols de Diogo Jota e goleada do Liverpool sobre o Southampton

Português marcou duas vezes em um jogo absolutamente tranquilo para os Reds

O Liverpool venceu com uma imensa tranquilidade neste sábado, em Anfield Road. A goleada por 4 a 0 sobre o Southampton veio com uma facilidade até incomum na Premier League. O destaque da partida foi Diogo Jota, autor de dois gols. Titular no centro do ataque, ele conseguiu brilhar na ausência de Roberto Firmino, machucado.

O começo de jogo mostrou um time do Saint ousado em campo, tentando atacar e pressionar o Liverpool. O time de Jürgen Klopp não se conteve: foi ao ataque foi firmeza e já abriu o placar com dois minutos de jogo. Robertson trabalhou a jogada com Sadio Mané pela esquerda, recebeu um belo passe do senegalês e cruzou para Diogo Jota completar se jogando na bola: 1 a 0.

O segundo gol veio aos 32 minutos. Desta vez, Salah recebeu na ponta direita dentro da área, cruzou forte e encontrou Jota embaixo das traves para marcar 2 a 0. O terceiro veio pouco depois, aos 36. Thiago Alcântara pegou um rebote na entrada da área, puxou a bola com habilidade do pé direito para o esquerdo e finalizou forte: 3 a 0.

O quarto gol veio no segundo tempo, já no início da etapa final. Com sete minutos, Trent Alexander-Arnold cobrou escanteio e o zagueiro Virgil Van Dijk se antecipou a Oriol Romeu e tocou para o fundo da rede: 4 a 0. Ele comemorou de forma discreta, já que os Saints o projetaram no futebol inglês, antes de chegar ao Liverpool.

Depois disso, o Liverpool administrou o jogo e poupou energia. O Southampton estava derrotado em campo e não tinha força para buscar algo mais. Assim, o jogo ficou morno e os dois times esperaram o tempo passar, além de fazerem alterações nas equipes.

O Liverpool vai a 28 pontos contra 29 do Chelsea e 26 do Manchester City, sendo que os dois ainda jogam na rodada. O Southampton é o 14º com 14 pontos.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo