Premier League

O Wolverhampton atravessa uma ótima sequência e pega o elevador na Premier League, na sétima posição ao vencer o Everton

Wolves subiram quatro posições nesta segunda-feira, ultrapassando inclusive o Tottenham do demitido Nuno Espírito Santo

O Wolverhampton não começou bem a Premier League, mas aparece entre as equipes que mais ganharam posições na tabela ao longo das últimas semanas. Os Lobos sustentam uma invencibilidade de cinco partidas, que inclui quatro vitórias no intervalo. Tudo bem que o time encontrou adversários mais acessíveis neste ínterim, mas o resultado de maior peso aconteceu exatamente nesta segunda, dentro do Estádio Molineux: os Wolves fizeram um excelente primeiro tempo e superaram por 2 a 1 o Everton, em momento claudicante com Rafa Benítez. A equipe dirigida por Bruno Lage saltou à sétima colocação, ultrapassando não apenas os Toffees, mas também o Tottenham – que demitiu nesta segunda Nuno Espírito Santo, o antigo comandante dos Lobos.

O Wolverhampton teve um início de jogo fulminante, ao martelar a meta de Jordan Pickford e forçar grandes defesas do goleiro. Quando as redes balançaram a primeira vez, porém, Hwang Hee-chan estava impedido. De qualquer forma, o merecido gol não tardaria. Aos 28, Rayan Aït Nouri cobrou escanteio e Max Kilman desviou para dentro. Quatro minutos depois, ainda coube o segundo dos Lobos, num recuo errado de Ben Godfrey que permitiu a disparada de Raúl Jiménez e o leve toque de cavadinha na saída de Pickford. O Everton era dominado no Molineux, com raríssimos lances de perigo.

No segundo tempo, o jogo mudou. O Everton melhorou e começou a buscar mais o ataque. Richarlison poderia ter descontado num erro do Wolverhampton dentro da área, enquanto a resposta veio numa cabeçada de Jiménez na trave. O gol que reavivou as esperanças dos Toffees surgiria aos 21 minutos, num cruzamento que a zaga não afastou direito e Alex Iwobi emendou para as redes no rebote. A reação dos visitantes, todavia, não foi além. E o terceiro dos Lobos poderia ter saído na sequência, não fosse um lance cara a cara desperdiçado por Francisco Trincão. No fim, o goleiro José Sá também faria uma defesa providencial em cabeçada de Andros Townsend, garantindo o triunfo de sua equipe.

O Wolverhampton passou as três primeiras rodadas da Premier League sem vencer e frequentou inclusive a zona de rebaixamento, até se recuperar desde o início de setembro. A equipe de Bruno Lage chegou a fazer apresentações razoáveis neste início difícil, contra adversários mais duros, mas, agora que a tabela se abriu, os Lobos aproveitaram para pegar o elevador. Foram quatro posições ganhas nesta segunda-feira, ultrapassando Leicester, Everton, Tottenham e Brighton. O time soma 16 pontos, no sétimo lugar. Já o Everton cai para décimo, com 14 pontos e três derrotas consecutivas.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo