Premier League

O Tottenham partiu para cima do West Ham, venceu o confronto direto e subiu ao quinto lugar

Son teve grande atuação para garantir o placar de 3 a 1, com dois gols, enquanto Kane fez o papel de garçom

O Tottenham encarou um confronto direto neste domingo, pela Premier League. E um ótimo primeiro tempo valeu a vitória no norte de Londres. Son Heung-min estava em jornada inspirada e comandou a largada acelerada dos Spurs contra o West Ham, no Tottenham Stadium. Os Hammers até descontaram antes do intervalo, mas o time de Antonio Conte administrou o placar e ratificou o triunfo por 3 a 1 com mais um tento já no final, novamente graças ao sul-coreano. Harry Kane, no papel de garçom, foi outro destaque. O resultado eleva os Spurs à quinta colocação do campeonato, ainda na perseguição ao G-4.

O Tottenham iniciou a partida na quinta marcha. O West Ham até ficou mais com a bola durante os primeiros minutos, mas os contra-ataques dos Spurs foram fatais. A movimentação do ataque era perfeita e gerou a vantagem. O primeiro gol saiu aos nove minutos, num cruzamento de Harry Kane para Son, que Kurt Zouma desviou contra as próprias redes. Michail Antonio bateu com perigo pouco depois, mas os anfitriões ficaram mais perto do segundo aos 12, numa jogadaça de Dejan Kulusevski. Son bateu tirando de Lukasz Fabianski e estalou a trave. Cada chegada do time de Antonio Conte equivalia a uma chance de gol.

Aos 23, o Tottenham aproveitou esse embalo para anotar o segundo. Kane deu um passe em profundidade magistral e encontrou Son partindo em velocidade. O atacante pedalou contra Zouma e bateu por cima de Fabianski para marcar. O West Ham teria um pouco mais de resposta nas bolas paradas e, assim, conseguiu descontar aos 35. Depois de uma cobrança de escanteio, Saïd Benrahma apareceu livre no segundo pau e definiu no canto de Hugo Lloris. A melhora dos Hammers não seria tão flagrante, mas a equipe estava viva no jogo e assustou num cruzamento durante os acréscimos.

O segundo tempo voltou com o Tottenham melhor, mas Kane foi parado por Fabianski na principal oportunidade. Quando o West Ham tentou a resposta, Antonio não acertou o alvo. Prevalecia certa abertura no segundo tempo, que garantia a indefinição na partida. Os Spurs mantinham mais a posse de bola, sem criar tanto contra um time bem postado dos Hammers. Somente por volta dos 30 é que a equipe de Antonio Conte voltou a escapar um pouco mais em velocidade.

Kane desperdiçou um lance clamoroso aos 35, quando dominou sozinho na área e mandou por cima. Rodrigo Bentancur bateu ao lado da trave pouco depois. A postura do Tottenham valeu para esfriar o West Ham. E o time mataria o jogo aos 44, com Son aparecendo de novo. Numa reposição longa de Lloris, Kane deu uma casquinha no alto e Son partiu totalmente desimpedido, para finalizar na saída de Fabianski. Ratificou o triunfo.

O Tottenham aparece na quinta colocação, com 51 pontos. Está a três pontos de alcançar o Arsenal na quarta colocação, mas com uma partida a mais que os rivais. Enquanto isso, o Manchester United fica para trás. O West Ham, por sua vez, parece cada vez mais fora da briga por Champions. Tem mais jogos que todos os concorrentes e estaciona com 48 pontos, na sétima posição.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo