Premier League

O Newcastle teve o azar de ver quatro jogadores lesionados durante a partida e facilitou o triunfo do Leicester

A tabela indigesta neste Natal custou pontos importantes ao Leicester City. A equipe de Brendan Rodgers não conseguiu manter seu ritmo e acumulou derrotas contra seus dois adversários diretos na tabela, Manchester City e Liverpool. As Raposas, porém, não se abalaram com os tropeços e seguem arrasadoras contra os demais oponentes da Premier League. Após o triunfo sobre o West Ham na rodada anterior, nesta quarta o Leicester abriu 2020 com mais uma vitória: em St. James Park, bateu o Newcastle por 3 a 0. Foi uma tarde de azar aos Magpies, que tiveram quatro atletas contundidos após os dois primeiros gols dos visitantes.

Apesar da ausência do lesionado Jamie Vardy, o Leicester tinha o jogo nas mãos desde os primeiros minutos, com as melhores chances e quase 75% de posse de bola. O Newcastle acordou aos poucos, a ponto de perder uma excelente chance de abrir o placar, quando Kasper Schmeichel parou Joelinton no mano a mano. Todavia, três minutos um pouco mais acesos seriam suficientes para que as Raposas encaminhassem a vitória, explorando os erros defensivos de Florian Lejeune.

Um passe cruzado na entrada da área permitiu que Ayoze Pérez roubasse a bola e abrisse a contagem aos 36. Já aos 39, James Maddison ampliou. Outro erro do Newcastle na saída de bola permitiu ao camisa 10 receber na entrada da área e soltar um balaço rumo ao ângulo de Martin Dubravka. Houve um pequeno desvio do tiro na marcação, que contribuiu ao lance, mas não diminuiu os méritos do inglês.

Como se não bastasse ao Newcastle, a equipe precisou queimar suas três alterações antes do início do segundo tempo. Os laterais Jetro Willems e Javier Manquillo saíram nos acréscimos, enquanto Jonjo Shelvey nem voltou do intervalo. Pois ficaria pior: Fabian Schär sentiu aos cinco minutos da etapa complementar e sequer pôde ser substituído, deixando os Magpies com dez homens. Obviamente, o duelo caiu de ritmo. O Leicester administrava o resultado e chegou a parar numa defesa tripla de Dubravka. O terceiro gol só saiu aos 43, com o substituto Hamza Choudhury. Numa boa troca de passes, o meia matou a coruja, em outra pintura no ângulo.

Com a vitória, o Leicester alcançou os 45 pontos, isolado na segunda colocação da Premier League. A equipe diminui a diferença em relação ao Liverpool para dez pontos, enquanto abre quatro de vantagem sobre o Manchester City – ainda aguardando os compromissos de ambos na rodada. Já o Newcastle soma 25 pontos, atualmente no 12° lugar.

Classificações Sofascore Resultados

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo