O tinha uma grande urgência no mercado de transferências: contratar zagueiros. Os desfalques no miolo da defesa impactaram na própria maneira de jogar dos Reds e provocaram recorrentes improvisações. Virgil van Dijk e Joe Gómez não atuam desde o início da temporada, enquanto os torcedores receberam nesta segunda a péssima notícia de que Joel Matip sofreu uma séria lesão ligamentar no tornozelo e também não atuará mais em 2020/21. Assim, Jürgen Klopp precisava urgentemente de reposições e o último dia da janela de inverno garantiu dois novos nomes à zaga em Anfield. O maior destaque é Ozan Kabak, jovem do Schalke 04 que vem inicialmente por empréstimo.

Segundo dados do jornal Guardian, o Liverpool acertou a vinda de Kabak por £1,5 milhão. Ao final da temporada, caso os Reds queiram acertar a permanência definitiva do beque, desembolsarão £18 milhões. Dentro das perspectivas atuais, o novato não deve ser um mero coadjuvante. Joe Gómez e Matip só voltam para a próxima temporada, enquanto Van Dijk deve se ausentar até abril. Jovens como Nathaniel Phillips e Rhys Williams não vinham sendo tão bem aproveitados por Klopp. Assim, tornaram-se comuns as improvisações de Fabinho e Jordan Henderson nos últimos meses.

Aos 20 anos, Kabak é visto como um zagueiro de grande potencial. Ainda assim, possui boa experiência na elite. Formado pela base do Galatasaray, o turco logo ganhou as primeiras chances no primeiro time dos Leões (inclusive participando da Champions League) e se transferiu ao Stuttgart em janeiro de 2019. Fez ótimas partidas pelos suábios, apesar do rebaixamento ao final da Bundesliga. Comprado pelo Schalke 04 no início da temporada passada, o defensor continuou apresentando alto nível, apesar da crise vivida em Gelsenkirchen. O melhor momento de Kabak aconteceu no primeiro semestre de David Wagner no comando. Não à toa, antigo colega de Klopp no Borussia Dortmund, Wagner deu sua recomendação para que o Liverpool realizasse o acerto.

Kabak é um zagueiro com boa capacidade física, embora seus maiores méritos sejam técnicos. O defensor tem boa leitura de jogo e exibe precisão nos combates, assim como é efetivo no jogo aéreo. Se necessário, também facilita a construção de jogo pelo chão. A fase do Schalke não o favorecia e o jovem caiu de desempenho juntamente com o time na atual campanha. No entanto, o turco justifica sua transferência como o melhor jogador dos Azuis Reais em 2019/20. Também começou a ganhar espaço na seleção de seu país, num setor bem servido – onde há a companhia de Merih Demiral, Çaglar Soyüncü e Kaan Ayhan.

“David Wagner já era muito, muito positivo sobre ele. Ozan chegou muito jovem à Alemanha e todo mundo sabia que ele tinha um talento enorme. Para ele, acho que é um bom momento para se transferir, porque você precisa de um time estável ao seu redor e é isso que podemos oferecer. Ele é realmente um grande talento e estamos ansiosos para trabalhar com ele”, declarou Klopp. “David sempre disse que ele será um futuro capitão, tem personalidade. Quando você sai de seu país tão jovem, poderia ir para qualquer lugar, mas Ozan quis dar seus próximos passos aqui e somos um clube adequado a ele. Ele quer aprender, mas já pode agregar”.

Além de Kabak, o outro zagueiro anunciado pelo Liverpool foi Ben Davies – homônimo do lateral do Tottenham. O beque de 25 anos começou no Preston North End e rodou por alguns empréstimos, até se firmar como titular nos Lilywhites há três temporadas e meia. Era um dos destaques do clube, o que chamou atenção dos Reds para ser mais uma opção no elenco. O Preston receberá £500 mil pelo negócio, com mais £1,1 milhão em possíveis bônus, e retém 20% dos direitos do jogador. O garoto Sepp van den Berg ainda sai dos Reds e vai emprestado ao clube da Championship até o fim da temporada.

Ao site do Liverpool, Klopp explicou o negócio: “Cada situação cria oportunidades. Acho que está claro que, em uma janela normal, nós não olharíamos para o Preston em busca de algum jogador. Mas, desde que vimos Ben e que nossa situação ficou mais clara, com os problemas que temos, ficamos empolgados com ele. É um rapaz que jogou a vida inteira pelo Preston, realmente vemos potencial nele. Amo muito a forma como ele joga. É um bom jogador, parece um líder neste Preston, bom em divididas, joga um futebol inteligente, pode atuar em diferentes posições. Tudo isso o torna muito interessante, então estou ansioso para trabalhar com Ben. Eu sei que para ele é uma oportunidade e vejo exatamente o mesmo para nós”.

A contratação de Ben Davies parece favorecer o Liverpool. O Preston recebeu propostas maiores pelo jogador durante as últimas temporadas, mas preferiu mantê-lo em vez de fazer dinheiro. O vínculo do atleta estava no final e o zagueiro tinha um pré-contrato com o Celtic para a próxima temporada. Contudo, os Reds ganharam a preferência com a oferta e se tornaram um destino muito mais atrativo para o jovem. Em sua primeira entrevista, Davies indicou a empolgação pela oportunidade.

“Obviamente, foi uma surpresa quando o interesse surgiu, mas quando você começa a entender a situação, a oportunidade é incrível. Eu seria bobo se não fizesse isso, até para aprender com os jogadores no clube. Nunca estive em Anfield. Dei uma olhada rápida e o campo parece um tapete. Estou ansioso para sair do túnel e entrar em campo. Só de estar nesse tipo de atmosfera é brilhante”, ressaltou Davies, em sua chegada.

Pensando nas necessidades, o Liverpool não ganha jogadores de primeira prateleira para se tornar mais competitivo. Em compensação, contrata dois jovens que custaram um preço baixo e têm a oportunidade de evoluir em Anfield. Diante das limitações e das circunstâncias, parecem bons movimentos dos Reds.