Premier League

O Everton volta de Londres com uma baita vitória sobre o West Ham e se revigora na tabela

O Everton viveu momentos empolgantes nesta Premier League, assim como perdeu fôlego e decepcionou. Durante as últimas semanas, com o excesso de empates, os Toffees se distanciavam ainda mais da zona de classificação à Champions. Mas, neste domingo, a equipe de Carlo Ancelotti provou como não pode ser descartada. Dentro do Estádio Olímpico de Londres, o Everton arrancou uma vitória importantíssima contra o West Ham, concorrente direto pelas primeiras colocações. Calvert-Lewin garantiu o triunfo por 1 a 0 e, com um jogo a menos, os azuis ainda se dão o direito de acreditar nas chances – pelo menos, de ir à Liga Europa.

A partida começou equilibrada em Londres. Porém, num momento em que o West Ham se interessava mais pelo gol, o Everton balançou as redes aos 24 minutos. Ben Godfrey tem enormes méritos, com uma enfiada de bola perfeita. O zagueiro conectou com Dominic Calvert-Lewin em velocidade e o atacante chutou cruzado para vencer Lukasz Fabianski. Gylfi Sigurdsson ainda exigiu uma boa defesa de Fabianski em cobrança de falta, assim como o goleiro parou Richarlison. Porém, no fim, os Hammers pressionaram e lamentaram a perda do lesionado Manuel Lanzini pouco antes do intervalo.

O segundo tempo se concentrou no campo de ataque do West Ham, com o Everton fechado para proteger o resultado. Os Hammers tinha domínio territorial, mas não criavam tantas chances. Mesmo assim, o empate quase veio aos 16, quando Vladimir Coufal acertou a trave e Jarrod Bowen perdeu o rebote. De qualquer maneira, os Toffees seguraram bem o abafa e também acertaram a trave. Richarlison não escondeu a insatisfação ao ser substituído por Joshua King, mas o reserva quase causou impacto imediato e parou no poste aos 39, ao cabecear na pequena área. O interesse dos azuis, de qualquer forma, era segurar a vantagem. Ancelotti reforçou mais sua defesa nos minutos finais e comemorou o triunfo.

O West Ham permanece na quinta colocação, mas perde a chance de se aproximar do Leicester. Os Hammers ficam a cinco pontos do G-4, com três derrotas e apenas uma vitória nas últimas quatro rodadas. O time de David Moyes perde fôlego no momento decisivo. O Everton é o oitavo, com 55 pontos, mas possui uma partida a menos e pode se igualar ao West Ham. Além do Leicester, os Toffees devem ficar de olho no Liverpool, também com um jogo a menos, mas dois pontos a mais. A equipe de Carlo Ancelotti volta a campo na próxima quinta-feira, quando visita o Aston Villa. Considerando o rendimento superior fora de casa, é uma boa oportunidade.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo