Premier League

Antes do Mundial, o Manchester City tem um último compromisso: recebe um Crystal Palace que vive jejum de vitórias

Quarto colocado da Premier League, Manchester City mira vitória para seguir na caça aos líderes

Atual tricampeão inglês, o Manchester City não atravessa grande fase na atual edição da Premier League. Nos últimos cinco compromissos pela competição, Pep Guardiola e companhia conquistaram apenas uma vitória. Antes de embarcar rumo à Arábia Saudita, onde disputará o Mundial de Clubes, os Citizens querem voltar a fazer aquilo que sabem de melhor: jogar bonito, vencer e convencer. O adversário da vez será o irregular Crystal Palace, no Etihad Stadium.

Manchester City x Crystal Palace se enfrentam às 12h (horário de Brasília) deste sábado (16). Quarto colocado da Premier League, o time de Guardiola busca uma segunda vitória consecutiva para não desgarrar do líder Liverpool. Os Eagles, por sua vez, sabem da dificuldade que é encarar os Citizens, mas irão ao Etihad com a intenção de pontuarem. Afinal, a 15ª colocação na tabela incomoda e muito o experiente e interminável Roy Hodgson. A conferir o que sairá disso…

Guardiola não crê em má fase e garante City focado no Crystal Palace e no Mundial

Como citado, os últimos resultados do Manchester City na Premier League surpreendem. Uma vitória em cinco jogos não combina nem um pouco com o poderio dos Citizens. Contudo, Guardiola optou por enxergar o copo meio cheio. Em entrevista coletiva concedida na última sexta-feira (15), o técnico espanhol levou em conta o desempenho geral da equipe, englobando todas as competições.

– Nos últimos 12 jogos, perdemos um. Não é ruim. É bastante decente. Estamos acostumados a muitos jogos. É diferente quando você tem uma temporada ruim, uma temporada ruim e não vence. Às vezes dizem que é melhor não vencer uma temporada, mas na próxima você será melhor (…) Às vezes, quando você vence, vence, vence, você sabe exatamente o que tem que fazer. Você tem o cheiro. Você tem a sensação. Sabemos exatamente o que temos que fazer. Como nos comportar. Isso também ajuda – disse Pep.

Guardiola também falou sobre a disputa do Mundial de Clubes. O Manchester City viaja rumo a Arábia Saudita logo após o jogo contra o Crystal Palace, já que a semifinal está marcada para terça-feira (19) e a final (ou disputa de terceiro lugar) sexta (22). Questionado se a ‘pausa' da equipe na Premier League (em virtude do Mundial) torna o jogo contra os Eagles ainda mais importante, o comandante assegurou que não faz diferença.

– É importante de qualquer maneira. Não podemos jogar (na Premier League) porque vamos para o Mundial. Mas é o que é, não é um problema. Vamos disputar 38 partidas, com certeza, até o final da Premier League – pontuou Guardiola, antes de projetar a jornada do City no Mundial:

– Quero que os jogadores não fiquem desesperados para vencer. É só ter calma para jogar dois jogos. Ganhe o primeiro para merecer o crédito, ou mereça jogar a final. E se não vencermos, esperamos vencer depois da próxima Liga dos Campeões no futuro. Estaremos de volta. Então é simples, dois jogos de futebol, principalmente o primeiro, que permite jogar a final. Caso contrário, você joga pela terceira ou quarta posição. É fazer o que temos que fazer. Essa é a melhor maneira. Aprendemos sobre isso na Liga dos Campeões no passado. (…) É claro que a motivação e a sensação de que nunca vencemos isso são importantes.

Lesionados, Haaland, De Bruyne e Doku desfalcarão o Manchester City contra o Palace. O clube trabalha para recuperar o trio a tempo do Mundial. A tendência é que apenas o atacante norueguês e o ponta-esquerda belga fiquem à disposição na Arábia Saudita.

Irregular na Premier League, Crystal Palace aposta em força fora de casa

A campanha do Crystal Palace na Premier League até aqui é para lá de decepcionante. Em 16 rodadas, o time de Roy Hodgson obteve quatro vitórias, quatro empates e oito derrotas. São apenas 15 gols marcados, número que coloca os Eagles como o segundo pior ataque da competição. De quebra, a equipe não triunfa há mais de um mês. O último foi contra o Burnley, no dia 4 de novembro, por 2 a 0. De lá para cá, cinco jogos, quatro reveses e um empate.

Fazendo o exercício de Guardiola, vamos nos ater aos pontos positivos do Palace. Dos quatro triunfos da equipe de Roy Hodgson, três foram fora de casa – Sheffield United, Manchester United e Burnley. Além disso, para o confronto contra o City, os Eagles contarão com o retorno de um de seus principais nomes: Eberechi Eze. Xodó da torcida, o meio-campista viajou com o plantel, mas a tendência é que fique apenas como opção no banco de reservas.

Voltando às notícias ruins, o retrospecto histórico do Crystal Palace diante do Manchester City não é nada animador. Pelo contrário. Em 69 partidas disputadas, os Citizens venceram 37 contra 17 dos Eagles. Houveram ainda 15 empates. Nos últimos 15 encontros, o clube londrino conseguiu apenas dois triunfos e amargou 10 derrotas.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo