Premier League

Lesão de Lloris deveria fazer Tottenham pensar no futuro da posição no clube

Goleiro e capitão do time, Hugo Lloris, de 36 anos, tem uma lesão no joelho que desfalcará o clube por seis semanas; reserva é um goleiro de 34 anos

O Tottenham terá o desfalque do goleiro Hugo Lloris, capitão do time, pelas próximas seis semanas, segundo divulgado nesta quarta-feira. O francês, de 36 anos, se lesionou na vitória sobre o Manchester City. Com isso, o Tottenham terá como seu goleiro Fraser Forster, de 34 anos, contratado nesta temporada justamente para ser o reserva do time. Isso, porém, deveria fazer com que os Spurs pensassem no futuro entre as metas do time.

Lloris é um goleiro experiente, contratado em 2012 do Lyon e que se tornou uma referência no Tottenham desde então. Depois da Copa do Mundo, Lloris decidiu se aposentar da seleção francesa. Pela idade que tem, dificilmente chegaria até a Eurocopa, além de ter uma concorrência pesada na posição, como Mike Maignan, do Milan, que só não foi à Copa do Mundo por estar lesionado.

Fraser Forster é um goleiro confiável, contratado nesta temporada pelo Tottenham para ser a sombra de Lloris em situações como esta, de uma lesão do francês, por exemplo. Aos 34 anos, é bastante experiente e chegou no começo da temporada vindo do Southampton.

Além dele, o Tottenham tem ainda Alfie Whiteman, de 24 anos, que esteve emprestado ao Degerfors em 2022. Já foi goleiro de seleção sub-19, mas pouco jogou. Só tem um jogo pelo Tottenham, quando atuou oito minutos. O outro goleiro é Brandon Austin, também de 24 anos. Ele chegou a atuar emprestado ao Orlando City, até por ter nacionalidade americana. Nunca atuou pelo time principal do Tottenham.

Considerando as opções, o clube precisa pensar em uma sucessão de Lloris. Forster é uma boa solução temporária, mas é insuficiente para pensar na próxima temporada e mais ainda nos próximos anos. A tendência é que Lloris tenha uma queda de rendimento e, sem concorrência, o time pode ficar em uma situação ruim.

Por isso, essa deveria ser uma área observada com carinho pelo clube para a próxima janela de transferências. Mesmo que seja para trazer um goleiro que possa ficar um ano na reserva, aprendendo com Lloris, até que tenha condições de assumir a posição. Lloris tem contrato justamente até 2024, ou seja, o final da próxima temporada. Já passou da hora do clube olhar para essa posição e projetar o futuro, porque ele pode chegar mais rápido do que o esperado.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo