Premier League

Klopp: “Milner é como vinho, um muito bom. Ele está ficando melhor”

James Milner se tornou um dos melhores jogadores do Liverpool, que se mostra um time cada vez mais forte. O empate por 1 a 1 com o Arsenal neste sábado deixou uma sensação de certa frustração pelo resultado, mas o time segue muito bem na Premier League. O time tem 27 pontos, com oito vitórias e três empates, e é terceiro colocado. Apesar do empate não ser satisfatório, o técnico Jürgen Klopp fez muitos elogios a um dos seus líderes, James Milner.

LEIA MAIS: Arsenal e Liverpool proporcionaram um jogo intenso e de excelente futebol no Emirates

“Você tem uma formação compacta, você força o Arsenal a passar a bola a algum lugar, isso é pressionar, não é complicado”, afirmou Klopp. “A melhor forma de fazer isso é desde o primeiro momento e então construir a partir disso, mas nós não fizemos isso desde o começo. Milner foi um dos que viu isso primeiro e ele estava, como podemos dizer, não era feliz… Animado. Isso é bom. É assim no vestiário, há muitos homens, há muita testosterona”, contou.

“Um está falando, que sou eu, mas às vezes antes de eu começar os rapazes estão falando algumas palavras e é isso. Milner é um grande líder”, disse ainda Klopp em relação ao seu camisa 7. Aos 32 anos, Milner foi uma figura crucial para o desempenho do time, apesar de ter cedido o empate depois de abrir o placar com um gol do próprio Milner.

“Milner é como vinho, um muito bom. Eu não sei se Leeds é famosa por vinho? Ele está ficando melhor”, brincou o técnico do Liverpool. “Eu acho que ele deveria comprar todos os jornais e ler isso. Eu gostaria que vocês escrevessem sobre James Milner. Obviamente, alguém vai escrever que ele deveria jogar pela Inglaterra novamente. Essa é realmente uma ótima ideia”.

O Liverpool volta a campo nesta terça-feira, 6, pela Champions League contra o Estrela Vermelha, depois de golear o time sérvio por 4 a 0 na última rodada.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo