Premier League

Hazard: “Quero ser uma lenda como Lampard, Drogba e Terry”

Poucos jogadores conseguiram ultrapassar a marca de 100 gols pelo Chelsea. Eden Hazard se tornou o 10º a conseguir o feito no jogo contra o Watford, na última quarta-feira. Foram dois gols, que o levaram a 101 gols em 322 jogos. Aos 27 anos, ele está no Chelsea desde 2012, quando escolheu sair do Lille para o time inglês, então campeão europeu.

LEIA TAMBÉM: Hazard superou os 100 gols pelo Chelsea, orquestrando mais um triunfo na Premier League

“Marcar 101 gols com este clube incrível é algo que eu nunca irei esquecer, mas agora os torcedores, funcionários e jogadores querem mais”, disse Hazard. “Eu quero marcar mais gols por este clube e então tentar ser uma lenda como Frank Lampard, Didier Drogba e John Terry”, mirou o camisa 10 dos Blues.

Entre os maiores artilheiros da história do Chelsea, Frank Lampard lidera com folga. São 211 gols, seguido por Bobby Tumbling, com 202. Kerry Dixon é o terceiro com 193 gols. Hazard é o décimo colocado na lista. O mais próximo dele na lista é George Hilsdon, que tem 108, um número bem próximo e que pode ser alcançado até mesmo nesta temporada.

O belga foi um dos principais jogadores do time, se não o principal, nos títulos da Premier League de 2014/15 e 2016/17. Em 2018, capitaneou a Bélgica ao terceiro lugar da Copa do Mundo na Rússia, sendo um dos principais jogadores do torneio. Hazard é frequentemente especulado para deixar o Chelsea, sendo o Real Madrid o clube mais falado. Ele chegou a dizer que era seu sonho ir para os merengues.

“Eden Hazard pode jogar em qualquer posição”, afirmou Maurizio Sarri, técnico do Chelsea. “Ele jogou muito bem com fois gols e poderia ter tido duas ou três assistências. Ele pode jogar com companheiros muitos bem”.

O Chelsea voltará a campo neste domingo, 30, contra o Crystal Palace. Depois, joga contra o Southampton no dia 2 de janeiro. O Watford receberá o Newcastle no dia 29, neste sábado, e no dia 2 visita o Bournemouth.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo