Ligue 1Premier League

Hackers tentaram roubar dinheiro pago ao Amiens por contratação de Ndombélé pelo Tottenham

Depois de não gastar dinheiro e não contratar jogadores por duas janelas seguidas, o Tottenham abriu a carteira para pagar € 60 milhões (e mais bônus) ao Lyon para contratar Tanguy Ndombélé. O Amiens, antigo clube do jogador, manteve uma porcentagem dos direitos e, portanto, teve direito a receber uma parte deste dinheiro. Esta parcela seria € 12 milhões e a polícia francesa está investigando a tentativa de hackers de desviarem € 2 milhões deste total. E pior: não foi a primeira vez que criminosos tentaram desviar dinheiro de transferências do clube francês.

[foo_related_posts]

Ndombélé começou a carreira no Guingamp e depois foi para o Amiens. Jogou por lá de 2016 a 2018. O Lyon inicialmente levou o jogador emprestado por € 2 milhões, depois contratado em definitivo por € 8 milhões em 2018. Foi um dos destaques do time na temporada francesa e acabou contratado pelo Tottenham nesta janela, em julho de 2019.

Aos 22 anos, é um jogador muito promissor e, por isso, o Amiens manteve uma boa porcentagem do jogador, para se beneficiar de uma venda, que acabou acontecendo rapidamente, apenas um ano depois de negociar em definitivo o jogador.

O Amiens teria direito a € 12 milhões do total recebido pelo Lyon e hackers tentaram tirar € 2 milhões deste total. No dia 3 de agosto, enquanto o Amiens organizava o seu último amistoso de pré-temporada contra o Leganés e teve um e-mail interno hackeado. Uma fatura de € 600 mil foi interceptada, e foi feita uma tentativa de desviar os fundos para uma conta na Espanha. A transferência foi interceptada a tempo, para sorte do clube francês.

As autoridades foram notificadas sobre a ação dos hackers e o clube ainda descobriu que houve duas tentativas anteriores, também relacionadas a transferências de jogadores, como na venda de Noam Emeran para o Manchester United, também em 2019. Os hackers tentaram desviar parte do dinheiro pago pelo clube inglês ao Amiens. Por tudo isso, foi aberta uma investigação da polícia francesa para apurar o caso.

Certamente um caso para lá de inusitado.

[produto_amazon1]

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo