Premier League

Guardiola: “Se é no Barcelona ou no Bayern que você não ganha nada, você é demitido”

Quando Pep Guardiola aceitou a proposta para treinar o Manchester City, ele sabia que estava topando também um desafio. Apesar dos Citizens terem crescido muito enquanto clube e ressurgido enquanto time na última década, a Premier League tem muitas peculiaridades em relação a outras competições e é o campeonato menos previsíveis entre as grandes ligas da Europa, além da Inglaterra ter equipes tradicionais que mesmo não estando em suas melhores fases, sempre estão ali brigando na parte de cima da tabela de classificação. Não seria fácil, e o catalão sabia bem disso. Com o título do Campeonato Inglês já definido para o Chelsea e duas rodadas da Premier League remanescentes para o City, resta a Guardiola e seus comandados a garantia de uma vaga na Champions League. Um cenário que, segundo o técnico, se acontecesse no Barcelona ou no Bayern de Munique, ele seria mandado embora.

LEIA TAMBÉM: Guardiola compara Manchester City com seleção inglesa e diz que precisa de tempo

“Na minha situação em um clube grande, eu teria sido demitido, estaria fora”, disse o espanhol em entrevista à BBC. “Se é no Barcelona ou no Bayern que você não ganha nada, você está fora. Aqui no Manchester City eu tenho uma segunda chance, e eu vou tentar fazer melhor na próxima temporada”, assegurou o treinador, falando da falta de títulos. Os Citizens chegaram a encabeçar a tabela da Premier League por algumas rodadas no início da temporada, mas agora brigam pelo terceiro lugar. Seus próximos jogos são contra o West Bromwich, em casa e nesta terça, e contra o Watford, em Vicarage Road, no próximo fim de semana. Na Champions League, caíram nas quartas de final para o Monaco, enquanto na Copa da Liga Inglesa foram eliminados pelo Manchester United nas oitavas e pelo Arsenal na semifinal da Copa da Inglaterra.

No comando técnico do Barcelona e do Bayern, Guardiola nunca havia passado uma temporada sem levantar uma taça sequer. Mas, como ele falou, ele terá uma segunda chance no City, ao contrário do que aconteceria na Catalunha e na Baviera por conta da hegemonia dos clubes nacionalmente e pela pressão. Por ora, o foco é mesmo o passe para a Champions, já que está tudo em aberto na classificação do Campeonato Inglês. Na cola do time de Pep estã o Arsenal e o United, exatamente nessa sequência (o Liverpool tem um ponto a mais). Nenhuma dessas equipes, porém, passam por confronto direto, mas, ainda assim, a disputa pelo acesso direto à principal competição europeia pegará fogo, como Pep acredita (e discorda de Arsène Wenger sobre alguns times já estarem de férias).

Nesta segunda-feira, a ESPN Brasil transmitiu uma entrevista exclusiva bastante interessante de João Castelo-Branco com Guardiola. Nela, o catalão fala sobre o rumor que pipocou antes da Copa do Mundo de 2014 sobre ele ter se oferecido para treinar a Seleção Brasileira. Outros assuntos sobre o Brasil também foram pautas. Vale a pena conferir clicando aqui.

Mostrar mais

Nathalia Perez

Jornalista em formação trabalhando a favor de um meio esportivo mais humano. Meus heróis sempre foram jogadores de futebol, mas hoje em dia são muito mais heroínas.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo