Premier League

Gol de Lukaku de fora da área dá vitória agonizante ao Manchester United contra o Southampton

O Manchester United viveu fortes emoções em Old Traffford neste sábado. Venceu de forma dramática o Southampton por 3 a 2, em um jogo de golaços e indefinido até o final. Um gol de Romelu Lukaku, em um chute de fora da área, definiu o jogo já nos minutos finais, depois de quatro gols que foram bonitos na partida.

LEIA TAMBÉM: Lloris pega pênalti de Aubameyang nos acréscimos e salva Tottenham de derrota para o Arsenal

O primeiro gol do jogo foi surpreendente. Aos 26 minutos, Yan Valery acertou um belo chute de fora da área e marcou o seu primeiro gol como profissional. Logo em Old Trafford, um dos grandes palcos do futebol mundial – e mais ainda do futebol inglês. Valery tem 20 anos e é lateral direito do Southampton.

Mesmo melhor em campo, o Manchester United sentia dificuldades. As coisas só melhoraram mesmo no segundo tempo. Logo no início, aos oito minutos, o meio-campista brasileiro Andreas Pereira acertou um chute bonito, colocado, no ângulo, e marcou o gol de empate. Cinco minutos depois, aos 13, foi a vez de Andreas Pereira tocar para Romelu Lukaku, dentro da área, driblar o marcador e chutar de pé direito para marcar o gol da virada, 2 a 1.

A virada tem muito do técnico Ole Gunnar Solskjaer. No início do segundo tempo, ele fez uma mudança pouco usual. Tirou o atacante Alexis Sánchez, em mais um jogo apagado, e colocou o lateral Diogo Dalot. Recuou assim o então lateral direito Ashley Young para ser zagueiro e mudou a formação para 3-5-2. Adiantou Luke Shaw do outro lado e Dalot foi mais ao ataque. Foi Dalot, justamente, que tocou para Pereira chutar no primeiro gol. O jogo pelos lados do campo fluiu melhor e o United chegou mais fácil ao ataque.

Aos 30 minutos, porém, o Southampton conseguiu o empate de maneira magistral. O meia James Ward-Prowse, especialista em cobranças de falta, cobrou com perfeição na entrada da área e acertou o ângulo de David De Gea, sem dar qualquer chance de defesa ao goleiro espanhol: 2 a 2.

O United precisava de mais um gol para arrancar a vitória. Mais uma vez, uma mudança de Solskjaer acabou funcionando. Ele tirou Andreas Pereira e colocou Fred, outro brasileiro. O time tocava a bola no campo de ataque, até que Fred, em um passe rápido pelo meio, passou para Lukaku. O belga foi ágil, girou e chutou sem dominar a bola, acertando o canto do goleiro: 3 a 2, aos 43 minutos do segundo tempo. No sufoco, mas o United arrancou o gol que poderia ser o da vitória.

Poderia porque o jogo teve mais. Já nos acréscimos, pênalti para o United, que poderia ter ainda ampliado o placar. Paul Pogba cobrou, mas o goleiro Angus Gunn defendeu e impediu que o francês entrasse na lista de marcadores do jogo. Ainda houve tempo também para Tahith Chong, garoto da base do United, estrear na Premier League. Ele substituiu Marcus Rashford, já nos acréscimos. E Pogba ainda conseguiu tomar um cartão amarelo.

O jogo foi muito importante para Lukaku, que parece ter recuperado a confiança. É um artilheiro, forte, rápido e que recuperado pode ajudar demais o United nesta reta final de temporada, nos próximos meses. Solskjaer vai fazendo o que se esperava que esse time fizesse a temporada toda.

O Manchester United chega a 58 pontos, em quarto lugar na tabela da Premier League. O Arsenal está logo atrás com 577, seguido pelo Chelsea, com 53, que tem dois jogos a menos. A briga por uma vaga no top 4, que leva à Champions League, está quente.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo