Premier League

‘Por que não?’: Foden revela motivação para mais um título da Premier League

Destaque do Manchester City na atual temporada, Foden admite foco em tetracampeonato inglês, algo até então inédito na história

Apesar da frustrante eliminação para o Real Madrid na Champions League, que encerrou o sonho de conquistar a tríplice coroa pela segunda vez consecutiva, o Manchester City segue determinado em fazer história na atual temporada. Isso porque, caso vençam a Premier League, os Citizens se tornarão o primeiro clube a emplacar quatro troféus seguidos da principal competição do futebol inglês. Destaque da equipe em 2023/24, Phil Foden garantiu que o plantel está 100% focado em tal objetivo.

— Sabemos que se vencermos a Premier League desta vez teremos feito algo novo. É algo em que estamos de olho. Cada vez que calçamos as chuteiras no campo de treinamento, aquele ditado está na parede: ‘Ninguém ganhou quatro Premier Leagues consecutivas… ainda’. Queremos nos colocar na história. Todos os dias sento e olho para esse slogan e penso: ‘Por que não?’ — disse Foden em entrevista ao Mail Sport.

Foden está no Manchester City desde os seis anos de idade. Identificado com o clube, o atacante inglês vive a melhor fase da carreira até agora. É o que dizem os números. São 22 gols marcados e 10 assistências concedidas em 46 jogos para o camisa 47. Seu melhor ano antes do atual foi em 2020-21, quando anotou 16 tentos e distribuiu 10 assistências em 50 partidas pelos Citizens.

Questionado sobre sua evolução como homem e jogador de futebol no City, Foden relembrou a trajetória no clube e destacou a resiliência e paciência que teve até chegar ao atual status. Como citado, o jovem, hoje, é um dos principais jogadores do elenco dos Citizens. Xodó de Pep Guardiola e aclamado pela torcida nos jogos, Foden é titular absoluto da equipe e não cansa de decidir partidas para seu time.

— Minha história é legal, não é? Joguei em todas as faixas etárias (do Manchester City). Estou muito feliz por mim, pelo clube e pelos jogadores mais jovens da academia. Provavelmente tudo significa um pouco mais para mim e sim, tem havido pressão.

— Tive que me tornar adulto muito jovem. Tive que ouvir muitas pessoas dizendo muitas coisas diferentes. ‘Ele não está jogando o suficiente. Ele deveria ir por empréstimo’. Quer dizer, eu tinha Kevin (De Bruyne) e David (Silva) na minha frente naquela época. Eu sabia que não merecia jogar. Mas agora quero ser um modelo para esta academia e para as crianças mais novas da minha região. Digo-lhes para nunca deixarem de amar o futebol. Porque se você ama, nunca terá medo do trabalho duro. Espero que os jovens jogadores olhem para mim e pensem: ‘Se Phil fez isso, então por que eu não posso fazer também?’.

Kevin De Bruyne é a grande inspiração e referência de Foden City (Foto: Icon Sport)

Fora da Champions, City foca na Premier League e Copa da Inglaterra

Se não tem mais a chance de faturar a tríplice coroa, o Manchester City vai atrás dos dois troféus que lhe restou. Com 73 pontos conquistados, dois à frente de Arsenal (vice-líder) e Liverpool (terceiro colocado), a equipe de Pep Guardiola lidera a Premier League e luta pelo tetracampeonato consecutivo — e inédito na história do torneio até então.

A outra frente que os Citizens brigam é a Copa da Inglaterra. Após eliminar Huddersfield Town (terceira rodada), Tottenham (quarta rodada), Luton Town (oitavas de final) e Newcastle (quartas de final), o clube de Manchester garantiu vaga nas semifinais do mata-mata nacional e terá o Chelsea pela frente. Os dois times medem forças neste sábado (20), a partir das 13h15 (horário de Brasília), em Wembley.

Próximos jogos do Manchester City

  • Manchester City x Chelsea – Copa da Inglaterra – 20/04
  • Brighton x Manchester City – Premier League – 25/04
  • Nottingham Forest x Manchester City – 28/04
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo