Premier League

Em Anfield, o Liverpool ofereceu o mais feliz dos 104 aniversários deste torcedor fanático

Ao longo da última semana, o Liverpool demonstrou toda a sua gratidão durante o aniversário de um de seus torcedores mais fiéis. Bernard Sheridan completou 104 anos de idade. O fanático, que visitou Anfield pela primeira vez em 1923 e não perde um jogo sequer dos Reds na televisão, recebeu uma série de presentes. Ganhou uma camisa personalizada, um bolo de aniversário e também uma carta de Jürgen Klopp, trazendo consigo o convite para festejar a data nas arquibancadas. Assim, o idoso esteve na eletrizante vitória por 4 a 3 sobre o Crystal Palace, experimentando um bocado de emoção. Além do mais, foi muito bem recebido pelos anfitriões.

Nos corredores de Anfield, Sheridan pôde trocar algumas palavras com Klopp. Além disso, em uma tarde de homenagens ao centenário de Bob Paisley, se encontrou com o lendário Kenny Dalglish, que arrancou risadas do torcedor com suas brincadeiras. “Foi um sonho que se tornou realidade. O clube nos tratou como realezas. Eu me encontrei com Jürgen Klopp logo após a partida e ele apertou minha mão, além de desejar um feliz aniversário. Foi belíssimo, nunca me esquecerei. Sir Kenny Dalglish também me deu parabéns”, afirmou, ao Liverpool Echo.

Sheridan esteve acompanhado por parte de seus filhos, de seus netos e de seus bisnetos nas arquibancadas. E não negou a satisfação por mais um triunfo dos líderes da Premier League, apesar dos riscos: “O melhor é que vencemos. Fiquei um pouco preocupado quando o Crystal Palace fez o primeiro gol, mas logicamente conseguimos reagir. Muitas pessoas vieram até mim, dizendo que me viram no jornal, e me desejaram um feliz aniversário. A atmosfera estava maravilhosa. Eu me senti uma celebridade!”. A certeza, mais uma vez, de que nunca andará sozinho.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo