Premier League

Edu Gaspar: “O Arsenal está no meio de um projeto e não será apenas uma janela de transferências, mas várias janelas”

Dirigente do Arsenal, Edu Gaspar analisou a atuação do clube no mercado e garantiu que internamente estão satisfeitos com o projeto esportivo

O Arsenal foi o clube que mais gastou na última janela de transferências e, ainda assim, esteve entre os mais criticados. Os Gunners contrataram diversos jovens, parte deles com um valor mais alto do que as expectativas, e não indicam necessariamente um salto de qualidade na equipe titular. O péssimo início na Premier League, além do mais, amplia a pressão sobre as decisões da diretoria londrina – em erros que não são recentes, afinal. Aproveitando a Data Fifa, Edu Gaspar analisou as ações do clube no mercado. O dirigente reiterou a confiança no caminho tomado nas negociações e pediu para que o “projeto” seja analisado como um todo.

VEJA TAMBÉM: Problema maior do Arsenal não é um mercado específico, mas um projeto esportivo que não melhora ninguém

“Acho que é preciso ver o quadro geral. Sei que as pessoas querem entender um pouco mais sobre essa janela de transferências, o que deixa bem claro para mim a direção que você segue. Contratamos seis jogadores, todos abaixo dos 23 anos, então essa é a direção que você vai tomar para consolidar o elenco, para tentar dar mais equilíbrio ao elenco e também dar mais futuro. Mas o que eu gostaria que as pessoas entendessem é o cenário geral”, ressaltou Edu, ao próprio site do Arsenal.

“De verão a verão, contratamos dez jogadores e sete deles possuem menos de 23 anos. Então, gostaria de explicar que não é sobre uma janela de transferências, é sobre um projeto. É sobre o que queremos fazer. Começamos e estamos no meio do projeto, então não é apenas uma janela e pronto. Será janela, depois de janela, depois de janela”, complementou o dirigente.

Edu Gaspar também apontou que a política de renovações do Arsenal indica a mesma direção, com diversas promessas da equipe principal ampliando seus vínculos: “Um ano atrás tomamos algumas decisões nessa direção, então renovamos com Bukayo Saka e Martinelli. Só para contextualizar, renovamos em um ano cinco contratos de jogadores abaixo dos 23 anos para o elenco principal”.

Além do mais, Edu garante que tal projeto é decidido em conjunto com Mikel Arteta. Por mais que o treinador veja as cobranças sobre os resultados naturalmente aumentarem, depois de meses de fracos dos Gunners, o dirigente aponta que o trabalho é feito em longo prazo com o espanhol. Ainda que os londrinos tenham confiado em diversos garotos e muitos dos seus veteranos rendam abaixo, Edu analisa que os jogadores mais rodados liderarão tal processo.

“Temos que considerar cada passo, agora é outro. Acho que consolidamos um grande passo, estou realmente feliz porque os jogadores que contratamos são o que procuramos. Arteta e eu vemos um elenco muito mais equilibrado em termos de idade, de perfil e de alguns jogadores que podem assumir muitas responsabilidades – como Partey, Xhaka, Aubameyang e Lacazette”, apontou o brasileiro.

O Arsenal investiu €165 milhões em novos jogadores. O reforço mais caro foi o zagueiro Ben White. A zaga também ganhou Takehiro Tomiyasu, além do goleiro Aaron Ramsdale e do lateral Nuno Tavares. Para o meio-campo, os Gunners apostaram em Albert Sambi Lokonga e na contratação em definitivo de Martin Odegaard. O clube segura a lanterna na Premier League, com três derrotas em três rodadas e ainda nenhum gol marcado.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo