O Arsenal havia decepcionado na última quinta-feira, ao não sair do 0 a 0 contra o Crystal Palace. Nesta segunda, os Gunners trataram de se recuperar e fizeram boa partida no Estádio Emirates, derrotando um Newcastle que vê sua crise de aprofundar. Depois de um primeiro tempo sem gols, apesar do domínio dos londrinos, o da casa garantiu o contundente triunfo por 3 a 0 após o intervalo. Os garotos mais uma vez estiveram entre os melhores em campo, especialmente Bukayo Saka, mas esta também foi a principal atuação de Aubameyang na temporada. O gabonês balançou as redes duas vezes, como não fazia desde a final da .

O Arsenal iniciou a partida com amplo domínio, beirando os 75% de posse de bola, mas levando algum tempo para transformar esse volume de jogo em chances claras. A defesa do Newcastle, afinal, dava poucas brechas. O primeiro susto aconteceu aos 14, numa cabeçada de David Luiz para fora. Logo depois, Emile Smith Rowe serviria ótimo passe a Saka. O goleiro Karl Darlow desviou com o pé, mas a sobra ficou para Pierre-Emerick Aubameyang, que acertou a trave com a meta aberta. Os Gunners pareciam ganhar confiança, contra um adversário mal saía ao ataque.

A primeira ameaça do Newcastle só aconteceu aos 24 minutos, quando Miguel Almirón teve espaço e bateu por cima do travessão. Ainda assim, a partida se desenvolvia do outro lado, com o Arsenal precisando caprichar um pouco mais nas conclusões. Auba se mostrava descalibrado, desperdiçando os principais lances. Darlow só precisou fazer outra defesa aos 44, num cruzamento do gabonês que desviou na marcação e quase morreu no ângulo. Ainda assim, faltava mais velocidade e contundência aos Gunners.

Na volta ao segundo tempo, o Arsenal demonstrou outra postura e estava disposto a definir o jogo. Logo aos dois minutos, Darlow precisou realizar ótima defesa diante de Alexandre Lacazette. Mas não demoraria para que o gol amadurecesse. Os Gunners abriram o placar aos cinco minutos, aproveitando um contra-ataque em bola parada do Newcastle. Thomas Partey deu ótimo lançamento para Aubameyang, que partiu em velocidade para cima da marcação. Após limpar o caminho, bateu firme na saída de Darlow, sem errar o alvo desta vez.

Com a desvantagem, o Newcastle precisava sair mais ao jogo e ameaçou o empate com , batendo ao lado da trave. Porém, o Arsenal encontrava mais espaços para acelerar e assim ratificou a vitória aos 16. Smith Rowe bagunçou a defesa adversária pela esquerda e fez o passe rasteiro. No meio da área, Sako estava livre e finalizou com às redes. Na comemoração, agradeceu o presente do companheiro. E o terceiro só não saiu logo depois porque Darlow operou novo milagre, em cruzamento de Saka para Lacazette cabecear.

O Arsenal jogou sozinho durante os minutos finais da partida. A equipe trabalhava a bola com confiança e via um Newcastle já entregue se sujeitar ao domínio. Saka e Smith Rowe continuavam aparecendo bastante, até que o terceiro gol saísse aos 32. Numa saída de bola errada dos adversários, Cédric Soares tabelou com Saka pela direita. O português evitou que a bola saísse e, na linha de fundo, deu o passe para Aubameyang anotar mais um. No fim, os Gunners seguiram mais interessados pelo quarto, mas sem forçar tanto.

O Arsenal continua sua recuperação na Premier League e chega aos 27 pontos, na décima colocação. Os Gunners somam quatro vitórias e um empate nas últimas cinco rodadas. Ficam a apenas seis pontos da zona de classificação às copas europeias, embora tenham jogos a mais que a maioria dos concorrentes na parte de cima da tabela. Já o Newcastle fica na seca, sem vencer pela liga há sete rodadas. Os Magpies ocupam o 15° lugar, com 19 pontos, sete acima da zona de rebaixamento.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore