Premier League

Chelsea vence confronto direto contra West Ham com gol de Werner

Alemão marcou o gol da vitória do Chelsea, perdeu outros tantos, e o Chelsea abre três pontos dos Hammers na briga por vaga na próxima Champions League

O Chelsea conseguiu uma vitória de muito peso na disputa por uma vaga na Champions League da próxima temporada. Em confronto direto com o West Ham, fora de casa, venceu por 1 a 0, com um gol de Timo Werner, e abriu três pontos do rival na tabela da Premier League, que vinha com a mesma pontuação. Um jogo difícil, com placar apertado, gols perdidos e que teve os Hammers brigando até o final.

O time de Thomas Tuchel foi a campo com Timo Werner como centroavante, algo que não tem sido comum. Ele foi auxiliado por Mason Mount e Christian Pulisics jogadores que mais se aproximavam dele. O esquema do time se manteve, o 3-4-3, ou 3-4-2-1, sendo mais preciso. O West Ham também foi a campo com três zagueiros, em um 3-4-1-2.

Aos 43 minutos, Werner recebeu e fez o pivô para Christian Pulisic, que abriu para Chilwell na esquerda. O lateral cruzou para a área, rasteiro, e Werner completou para o gol como verdadeiro centroavante: 1 a 0.

Em todo o primeiro tempo, o Chelsea foi quem teve mais domínio: teve 65% de posse de bola, chegou mais ao ataque, com seis chutes a gol e três deles no alvo, e conseguiu um gol. O West Ham não conseguiu se acertar, chegou pouco ao ataque e nem acertar o gol conseguiu.

O segundo tempo teve uma postura muito diferente do West Ham. Perdendo o jogo, a equipe dirigida por David Moyes ganhou mais disputas no meio-campo e passou a mandar no setor. Ficou mais com a bola e colocou o Chelsea para correr atrás da bola.

No início do segundo tempo, Werner perdeu uma chance incrível. Depois de um rebote em chute de fora da área de Mason Mount, ele pegou o rebote de primeira e tinha o gol aberto. Mandou para fora. Aliás, seria algo a se repetir ao longo do jogo: mais tarde, ele recebeu uma bola pela esquerda e tentou puxar para o meio, sem sucesso.

Apesar da melhora do West Ham, o Chelsea era ainda mais perigoso no contra-ataque. E perdia chances de aumentar o placar. David Moyes colocou os Hammers mais no ataque, a ponto de depois de várias mudanças o jogador mais recuado no meio-campo do time ser Manuel Lanzini, argentino, ex-Fluminense e River Plate, que entrou no lugar de Mark Noble.

Não foi por falta de tentativas que o West Ham não empatou o jogo. Faltou mesmo encontrar um caminho em meio a uma defesa fechada do Chelsea, que conseguiu se posicionar bem para impedir os ataques do time da casa.

Nos minutos finais no Estádio Olímpico de Londres, o que vimos foi o Chelsea perder seguidas chances de matar o jogo. No final, a vitória foi importante para os Blues chegarem aos 58 pontos, abrindo três do West Ham. O Liverpool empatou mais cedo, contra o Newcastle, o que o fez chegar a 54. A rodada tem sido amplamente favorável ao time de Tuchel, que fica bem posicionado no quarto lugar. O Leicester, em terceiro, tem 59 pontos, só um a mais.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo