Premier League

Broja, meio desprezado pela torcida do Chelsea, pode ter novo clube na Inglaterra (e em Londres)

Atacante albanês não é unanimidade nos Blues e pode trocar de time na Premier League em breve

Armando Broja, atacante do Chelsea, não tem agradado em nada o torcedor dos Blues por conta do recente desempenho nesta temporada. O jogador de 22 anos tem 17 jogos disputados e somente dois gols marcados. Entre alguns erros técnicos e muitos gols perdidos pelo albanês, uma solução possível para a situação do jogador é a sua transferência para outro clube de Londres, que procura por um centroavante com certa urgência para a sequência de 2024.

O West Ham, do técnico David Moyes, tentou a contratação do colombiano de 20 anos, Jhon Durán do Aston Villa, mas não teve sucesso, com isso, restou aos Hammers investir em outra opção para a temporada e é neste cenário que Broja aparece como futura opção ao ataque da equipe londrina. Sonhando com a classificação para alguma competição europeia em 2025, a equipe de Lucas Paquetá é a 6ª colocada na Premier League com 35 pontos, a cinco de distância para o Tottenham.

Nesta rodada, o West Ham empatou fora de casa diante do Sheffield United por 2 x 2 e não terá o lateral-direito tcheco Vladímir Coufal para a próxima rodada, pois acabou sendo expulso, aumentando ainda mais a preocupação de Moyes para o restante da competição, já que neste momento os Hammers sofrem com um departamento médico repleto de jogadores e também por ausências deviso à Copa das Nações Africanas.

West Ham em busca de atacantes para suprir desfalques

Para se manter competitivo dentro do cenário europeu e inglês, a diretoria do West Ham estuda a contratação de ao menos um nome para o comando de ataque, que pode ser ou não a vinda do albanês Armando Broja do Chelsea. Além disso, o time londrino segue em busca de mais algumas peças para o setor ofensivo, já que Jarrod Bowen, Michail Antonio e Lucas Paquetá estão lesionados e Mohhamed Kudus está junto da seleção de Gana disputando a Copa das Nações Africanas.

O sonho da diretoria dos Hammers é contar com pelo menos mais um ou dois ponteiros que possam atuar pelo lado esquerdo do campo. Neste sentido, David Moyes tem conversado com frequência com os dirigentes do clube pedindo pela contratação de Kalvin-Phillips, que pode trocar o Manchester City pelo West Ham por meio de empréstimo em busca de mais minutos de jogo na Premier League.

Correndo contra o tempo para conseguir contratar as peças que precisa para sequência da temporada, o West Ham tem de lidar com alguns problemas relacionados ao caixa do time, limitado em comparação a outros times da Inglaterra e às regras de fair play financeiro, lucro e sustentabilidade que podem causar punições severas caso o clube não consiga equilibrar suas contas.

Porém, é fato que o time precisa de pelo menos mais duas peças para o seu setor de ataque por conta das ausências da equipe e também das ambições do clube, que pretende alcançar a classificação para a alguma competição europeia na próxima temporada. Eliminado da Copa da Inglaterra pelo Bristol e da Copa da Liga Inglesa pelo Liverpool, restou ao West Ham a disputa da Liga Europa e se manter firme na Premier League para conquistar seu objetivo de um calendário mais cheio em 2024/2025.

O West Ham terá um prazo de descanso considerável até seu próximo compromisso na temporada. Sem perder no Campeonato Inglês há cinco jogos, a equipe londrina entrará em campo novamente no dia primeiro de fevereiro, às 16h30, diante do Bournemouth, em casa, no London Stadium.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de SouzaRedator

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo