Premier League

Brighton surpreende com um grande jogo para sair com uma vitória no final contra o Tottenham

Com uma grande partida, Brighton de Graham Potter consegue uma vitória emocionante nos minutos finais em Londres para conseguir uma vitória marcante na Premier League

O Brighton fez um jogo de gente grande e complicou a vida do Tottenham na Premier League. Mesmo jogando no Tottenham Stadium, em Londres, o time comandado por Graham Potter venceu por 1 a 0, com um gol marcado nos minutos finais da partida, e consegue a segunda vitória seguida, algo importante para um time que ficou sete jogos sem vencer, com seis derrotas seguidas, até a rodada passada, quando bateu o Arsenal.

Antonio Conte, técnico do Tottenham, ficou afastado dos treinamentos durante a semana porque testou positivo para Covid-19. Ele testou negativo na sexta-feira e garantiu a sua presença à beira do gramado neste sábado, mas a preparação ficou um pouco comprometida, considerando que ele não pôde estar junto com a equipe.

Os Spurs foram a campo no seu 3-4-3 habitual, mas o time teve problemas para criar jogadas. No primeiro tempo, o time só conseguiu um chute no gol e, pior ainda: viu o adversário chutar cinco vezes e acertar duas delas no alvo. A posse de bola foi praticamente dividida entre os dois (51% Tottenham, 49% Brighton).

O atacante Enock Mwepu teve a sorte de não ser expulso ainda no primeiro tempo, depois de tomar cartão amarelo aos 26 e fazer duas faltas que ficaram no limite. O árbitro poderia tranquilamente ter expulso o camisa 12 do Brighton se tivesse dado outro cartão amarelo por um dos lances, o que não seria exagerado. Assim, Graham Potter não deu chance para o azar e tirar o atacante no intervalo, substituindo-o por Danny Welbeck.

O panorama da segunda etapa não mudou muito. O Tottenham continuava com dificuldade de chegar ao gol adversário. Assim, novamente passou todo o segundo tempo sem acertar um chute sequer no gol, em quatro tentativas. O Brighton, porém, acertou três vezes. Uma delas decidiu o jogo.

Eram 43 minutos do segundo tempo quando Leandro Trossard deu um passe para Welbeck, que tentou o drible, foi desarmado, a bola sobrou para Adam Lallana, que também foi desarmado, mas a bola sobrou para Trossard novamente. Com categoria, o camisa 11 bateu de três dedos, bonito, e venceu o goleiro Hugo Llloris: 1 a 0.

O Tottenham até tentou uma carga final para arrancar ao menos o empate, mas não foi o bastante. O time desperdiça pontos na disputa pelo quarto lugar. Com 57 pontos, o time está ainda à frente do Arsenal, que pode reduzir a diferença se vencer o seu jogo. O Brighton tem 40 pontos e está no meio da tabela, em 10º.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo