Premier League

As mensagens de adeus a Lucas apenas reforçam o quanto ele foi amado em Liverpool

Lucas Leiva completou a sua transferência para a Lazio, confirmada pelos canais oficiais dos dois clubes. Um jogador que defendeu o Liverpool quase 350 vezes merecia uma despedida especial, e é isso que o brasileiro está tendo. Tornou-se o único assunto das redes sociais dos Reds, com torcedores relembrando seus melhores momentos, cobrando uma estátua do volante e lamentando que um dos jogadores favoritos das arquibancadas de Anfield encerrou sua passagem de dez anos pelo clube.

LEIA MAIS: Lucas Leiva merece todos os aplausos por dez anos de dedicação em nome do Liverpool

No meio dessas homenagens, uma chama a atenção. De Hong Kong, onde o elenco realiza uma viagem de pré-temporada, todos os jogadores da equipe reuniram-se para mandar uma mensagem para Lucas. O capitão Henderson, Milner, Clyne, Moreno e Mignolet disseram o quanto o brasileiro foi importante quando eles chegaram ao clube, auxiliando na adaptação a uma nova cidade. Destacaram, também, o bem que ele fazia para o bom ambiente do vestiário. E, no fim, todos o aplaudiram.

O clube também publicou este fofíssimo vídeo com crianças cantando o nome de Lucas:


E uma compilação com os seus melhores momentos pelo Liverpool:

Lucas Leiva foi para o Liverpool na esperança de conquistar muitos títulos em um gigante europeu. Venceu apenas um, a Copa da Liga de 2012. Mas conquistou algo muito maior: o amor e a idolatria de uma torcida apaixonada pelo seu clube.

Faixa bônus

Lucas despediu-se da torcida do Liverpool com uma carta aberta, que traduzimos e reproduzimos aqui:

Quando eu cheguei ao Liverpool, dez anos atrás, eu tinha três grandes ambições.

Primeiro, eu queria ganhar um lugar na equipe, o que eu consegui fazer. Em seguida, eu esperava me provar merecedor de usar esta camisa, um objetivo que outros estão em melhores posições para decidir se consegui ou não. Por fim, eu olhava para o futuro, com a esperança de que, se e quando eu decidisse ir embora deste maravilhoso clube, eu faria isso nos melhores termos possíveis.

Este momento chegou, agora que me preparo para uma nova carreira na Lazio, e, por mais que eu esteja triste porque meus dias em Anfield terminaram, eu posso pelo menos me tranquilizar por saber que minha relação com o Liverpool e seus torcedores é mais forte do que nunca.

Este é um dos maiores clubes do mundo e minha intenção sempre foi passar o resto da minha carreira aqui, mas, quanto menos eu consegui jogar, mais eu percebi que precisava ir para outro clube se quisesse jogar tanto quanto eu poderia.

Quando você ama um clube e uma cidade o tanto quanto eu amo Liverpool, esta não é uma decisão fácil. O mais fácil teria sido ficar aqui o máximo que eu pudesse, mesmo sem a expectativa de jogar frequentemente, mas isso iria contra tudo que eu acredito como jogador e como competidor.

É por este motivo que estou acertando com a Lazio, o que significa que a minha tristeza por sair do Liverpool é acompanhada pela motivação de representar um dos grandes clubes da Itália. Antes de tomar a decisão de aceitar esta oportunidade de ir para a Itália, eu discuti minha situação com Jürgen Klopp e a maneira como ele lidou com a situação mostrou, mais uma vez, o quão respeitoso ele é com os jogadores. Estou grato a ele e a todos os treinadores com os quais trabalhei no Liverpool, especialmente com aqueles que mostraram fé em mim, quando teria sido mais fácil fazer o oposto.

Minha prioridade agora é pensar no novo capítulo da minha carreira, na esperança de que posso contribuir com a Lazio da mesma maneira que ajudei o Liverpool. Eu fui abençoado por poder viver e trabalhar nesta cidade, um lugar que eu percebi ser diferente de qualquer outro, e enquanto vivi aqui, eu me casei e fui abençoado com duas maravilhosas crianças. Então, independente do que aconteça agora, sempre levaremos Liverpool conosco para onde formos. Eu também tive a sorte de jogar com companheiros de primeiro nível e compartilhar da sua devoção para fazer tudo que fosse possível para ajudar o clube a ser o melhor que ele pode ser.

Fora dos gramados, tive a honra de me tornar um dos membros da Fundação LFC e poder ver, em primeira mão, o trabalho que fazem com a comunidade local. Quando eu comemorei uma década de Liverpool, recentemente, significou muito para mim ouvir algumas crianças da Fundação ajudarem a me descrever como um scouser (termo referente a cidadãos de Liverpool).

Eu posso não ter conquistado tantos troféus quanto eu gostaria durante minha passagem por aqui, mas, ouvir pessoas falarem de mim dessa maneira, significa tanto quanto qualquer medalha. O mesmo vale para o vídeo que recebi, na sexta-feira, mostrando torcedores, muitos deles jovens, cantando meu nome, durante o jogo (amistoso) contra o Wigan. Receber tanto apoio e tanta paixão me deixa muito orgulhoso.

É por esses motivos – e muitos, muitos mais – que o Liverpool Football Club e seus torcedores sempre terão um lugar especial no meu coração. Além disso, a personalidade, humor, dignidade e integridade das pessoas desta cidade também ficaram comigo para sempre.

Do fundo do meu coração, obrigado a cada torcedor do Liverpool. Minha família e eu sempre seremos gratos pelo seu apoio e por serem parte deste grande clube, o que significa que também ficaremos tristes agora que chegou a hora de ir embora. Tudo que posso dizer é que espero mais do que tudo que esta nova temporada seja ótima para o meu novo clube e para o meu velho clube.

You’ll Never Walk Alone.

Lucas

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo