Premier League

Arsenal encontra alívio na bola aérea, bombardeia e vence o Burnley tranquilamente

Com resultado, Arsenal encosta no líder Manchester City e iguala pontuação dos rivais, que ainda jogam pela rodada da Premier League

O Arsenal bateu o Burnley, em casa, pelo placar de 3 x 1, em jogo realizado no Emirates Stadium, na tarde deste sábado (11) e válido pela 12ª rodada da Premier League. Trossard abriu o marcador o favor dos Gunners após assistência de Saka. Brownhill chegou a empatar em favor dos visitantes no início do segundo tempo. Porém, Saliba e Zinchenko fizeram a diferença e deram a vitória ao time do técnico Mikel Arteta, que com o resultado, igualou a pontuação ao líder Manchester City.

Agora, o time de Londres alcançou a marca de 27 pontos, com oito vitórias, três empates e uma derrota em 12 jogos e torce para um revés dos Citizens, que nesta rodada, enfrenta o Chelsea, no Stamford Bridge, neste domingo(12). Já o Burnley, estacionou na penúltima colocação da Premier League com quatro pontos ganhos e somou sua sexta derrota seguida na competição.

Na próxima rodada, o Arsenal encara o Brentford, fora de casa, no Brentford Community Stadium e o time do Burnley encara o West Ham, diante do seu torcedor no Estádio Turf Moor. Os dois jogos acontecem no próximo dia 25 de novembro (sábado). Os Gunners jogam às 14h30 (horário de Brasília) e o Burnley joga às 11h.

Arsenal domina no primeiro tempo, e consegue gol tardio

Os Gunners foram ao ataque na primeira etapa de jogo, porém, não conseguiram transformar a sua superioridade em gols. Logo aos cinco minutos de partida, Gabriel Magalhães teve a primeira oportunidade em favor do time do Arsenal, mas acabou errando alvo na finalização. Aos sete, Amdouni respondeu para o time do Burnley, mas foi parado por uma ótima defesa do goleiro Raya.

O japonês Tomiyasu por pouco não conseguiu marcar o primeiro gol da partida, aos 14 minutos. Após Lançamento para o jogador, a defesa do Burnley apareceu de forma providencial para salvar a pátria londrina e evitar o primeiro gol dos Gunners na partida. Dez minutos mais tarde, o Arsenal teve mais uma grande oportunidade por intermédio de Kai Havertz, que foi bloqueado no momento da finalização para o gol. Aos 29 minutos, foi a vez de Saka ter a chance de abrir o placar, mas acabou não sendo efetivo no seu chute e errou o alvo.

Por conta das chances perdidas pelo lado do time do Arsenal, o Burnley se animou na partida e em um contra-ataque teve ótima oportunidade com Gudmundsson, que finalizou com muito perigo, mas foi parado por mais uma grande defesa de Raya. Aos 35, Trossard teve a sua chance de marcar o gol de abertura do placar no Emirates Stadium, mas foi parado por Trafford, que praticou enorme defesa.

No último lance de perigo da primeira etapa, o Arsenal foi recompensado pela intensa pressão que conseguiu adotar. Após cruzamento na área, Trossard apareceu entre os marcadores e testou firme, para abrir o marcador e fazer a alegria do torcedor em Londres, fechando a primeira etapa com o placar em vantagem ao time do Arsenal, 1 x 0.

Gunners bobeiam, mas se recuperam em grande estilo no segundo tempo

O Arsenal acabou dando mais chances do que poderia a um adversário que briga na parte de baixo da tabela e por isso acabou punido logo aos nove minutos da etapa complementar. Brownhill foi o nome da emoção em favor do Burnley após ficar com a sobra de bola dentro da área e não dar chances ao goleiro Raya, que dessa vez não teve o que fazer para evitar o gol de empate do time visitante no Emirates Stadium.

A partir do gol sofrido, o time do Arsenal se assentou um pouco mais e aos poucos foi tomando o controle da partida. Trrês minutos após o gol de empate do Burnley, os gunners conseguiram marcar, mais uma vez de cabeça, dessa vez com Saka, conseguindo colocar mais tranquilidade na partida. Aos 19 minutos, o Burnley, que foi muito valente em campo, criou mais uma boa chance com Koleosho, que teve chance de ouro para empater o jogo novamente, mas acabou desperdiçando outra boa oportunidade.

O tempo foi passando, o Arsenal foi controlando a partida e conseguiu marcar seu terceiro e definitivo gol com Zinchenko, finalizando de dentro da área. A partir do 3º gol dos Gunners, o Burnley não conseguiu mais reagir. Bem que o Arsenal deu uma forcinha, coma expulsão de Fábio Vieira, mas nada que impedisse uma bela vitória do time de Mikel Arteta, , que agora soma duas vitórias consecutivas na temporada. Na última semana, o time inglês já havia batido o Sevilla pelo placar de 2 x 0 na Champions League.

 

 

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo