Premier League

Arsenal teve grande atuação e venceu Leicester de virada fora de casa

O Arsenal tinha um jogo muito complicado na rodada diante do terceiro colocado da Premier League, o Leicester. Mesmo assim, teve uma atuação grande, se impôs diante dos Foxes e venceu até com alguma tranquilidade por 3 a 1. E ainda foi de virada. O atacante Nicolas Pépé foi o melhor em campo e seus companheiros de ataque, Willian e Alexandre Lacazette, também foram bem.

O técnico Mikel Arteta ainda deixou no banco o atacante Pierre-Emerick Aubameyang, capitão e o principal jogador do time. Poupou o gabonês na sequência de jogos que o time faz. Deixou no banco também outro jogador que vem se destacando, Bukayo Saka, além de Héctor Bellerín, lateral direito. Rodou o seu elenco diante de um dos times mais fortes da liga, mas conseguiu um ótimo desempenho mesmo assim.

Brendan Rodgers tinha alguns desfalques importantes no Leicester. James Maddison, Danmnis Praet e Ayoze Pérez não ficaram nem no banco de reservas, assim como Wesley Fofana e James Justin. O técnico armou a equipe no 4-4-2 clássico e conseguiu um setor que foi muito bem na partida: o centro do meio-campo. Foi só com Wilfred Ndidi e Youri Tielemans que o time da casa teve sucesso. Nem mesmo James Vardy, que pouco recebeu a bola, conseguiu ir bem na partida.

A dificuldade do Arsenal aumentou ainda mais quando o Leicester abriu o placar logo aos seis minutos, quando o meio-campista Youri Tielemans colocou o Leicester à frente no placar. O torcedor dos Gunners deve ter pensando que seria mais um daqueles dias. Mas não foi. Aos 39 minutos, em levantamento de Willian para a área, David Luiz marcou o gol de empate em 1 a 1.

O Arsenal perdeu o garoto Emile Smith Rowe no fim do primeiro tempo, por lesão. Entrou em campo Martin Odegaard. Pépé foi quem mais parecia querer mostrar serviço a Arteta. O seu desempenho foi simplesmente espetacular, com participação direta na vitória do time. Ainda no primeiro tempo, aos 44 minutos, foi ele quem chutou a gol e a bola foi desviada com a mão pelo defensor. O árbitro não marcou imediatamente, mas ao consultar o VAR, que o chamou, apontou a marca da cal. Lacazette cobrou com categoria e virou o jogo para o time de Londres antes do intervalo.

No início da segunda etapa, aos sete minutos, Pépé recebeu livre, leve e solto para tocar para o fundo da rede e ampliar o marcador: 3 a 1. Depois do gol, o Arsenal controlou a partida e não deu praticamente nenhuma chance aos Foxes de reagirem na partida. Ficou um pouco menos com a posse da bola, mas continuou não cedendo espaços e chegando com mais perigo ao ataque.

O Leicester pareceu perdido em campo, sem saber o que fazer e como reagir. As mudanças promovidas por Rodgers não surtiram efeito, nem a entrada de Marc Albrighton, já no intervalo, nem a entrada de Cengiz Ünder. Talvez ainda um pouco cansado e abalado pela eliminação no meio de semana na Liga Europa. De qualquer forma, o time terá mais tempo para se dedicar à Premier League e na briga por uma das vagas na Champions League, algo que promete ser muito acirrado.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Veja também:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.