Premier League

Rice mostra mais uma vez que Arsenal é o time dos acréscimos em vitória contra o Luton Town

Diante do Luton Town, Arsenal conquista vitória suada e heroica em jogo recheado de reviravoltas e garante mais uma rodada na liderança

Nesta terça-feira (5), Luton Town x Arsenal protagonizaram um jogo digno de Premier League no Kenilworth Road. Recheada de reviravoltas e lances de tirar o fôlego, a partida contou com duas viradas no placar e emoção até o último lance (literalmente). Com gol salvador de Declan Rice nos acréscimos, os Gunners levaram a melhor e venceram por 4 a 3.

Com a vitória heroica fora de casa, o Arsenal foi a 36 pontos e garantiu mais uma rodada na liderança da Premier League. O Luton, por sua vez, estacionou nos nove e pode entrar na zona de rebaixamento na rodada em caso de vitória do Everton sobre o Chelsea.

Gabriel Jesus e Martinelli comandam vitória parcial do Arsenal no primeiro tempo

Nos primeiros minutos de jogo, o Arsenal logo mostrou que permaneceria no campo de ataque e pressionaria o Luton. Contudo, era preciso paciência. Os donos da casa baixaram as linhas e fecharam os espaços. Postura completamente defensiva, que incomodou os Gunners no começo da partida em Kenilworth Road.

Aos 19′, o clube londrino balançou as redes em sua primeira finalização no jogo. A defesa do Luton dormiu, Gabriel Jesus cobrou lateral rapidamente pelo lado direito e acionou Bukayo Saka. O camisa 7 carregou até a área, levantou a cabeça e serviu Gabriel Martinelli. Com um toque sutil e certeiro, o brasileiro colocou no cantinho da baliza, sem chances para o goleiro Kaminski. A equipe mandante, no entanto, não se abateu e buscou o empate pouco tempo depois.

Com 25′ no relógio, em cobrança de escanteio, o zagueiro Osho subiu livre na área do Arsenal e cabeceou forte. David Raya até pulou, mas não teve jeito. Tudo igual no placar, para desespero de Arteta e companhia e alegria do Luton Town.

Os Gunners queriam porque queriam retomar a liderança no marcador antes do fim do primeiro tempo. Aos 31′, Gabriel Jesus roubou a bola no meio-campo, avançou carregando marcadores e passou para Martinelli. Já na área, o camisa 11 cortou o zagueiro e arrematou, obrigando Kaminski a fazer boa defesa. Na sequência, nova intervenção providencial do arqueiro belga, dessa vez em finalização cruzada e colocada de Saka.

‘Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura'. O Arsenal persistiu e acabou premiado com o segundo gol pouco antes dos 45′. White tabelou com Saka no lado direito, foi à linha de fundo e cruzou na cabeça de Gabriel Jesus. Bem posicionado, o camisa 9 testou consciente e recolocou os visitantes na frente. Herói em lances anteriores, Kaminski nada pôde fazer.

Em segundo tempo maluco, Rice dá vitória ao Arsenal com gol no último lance

A missão do Luton no segundo tempo era indigesta. Afinal, buscar uma remontada contra o líder da Premier League e dono da melhor defesa do campeonato não é para qualquer um. Corajoso e resiliente, o time de Rob Edwards se permitiu ousar. Novamente em cobrança de escanteio, os donos da casa castigaram os Gunners. Aos quatro minutos, Raya ficou no meio do caminho e facilitou as coisas para Adebayo, que subiu no quinto andar e não perdoou: 2 a 2.

Para loucura dos torcedores presentes no Kenilworth Road, a virada veio minutos depois. Townsend recebeu na intermediária, limpou a jogada com enorme facilidade e acionou Barkley. Livre no lado esquerdo da área, o camisa 6 dominou, arriscou finalização e contou com enorme contribuição (mais uma) de Raya. A bola passou por debaixo do goleiro espanhol e entrou.

Maluco, insano e intenso. O jogo ganhou muito em emoção na etapa complementar. E o Arsenal se recusou a aceitar calado a virada. Aos 15′, Saka deu chutão para cima e quis o destino que a bola caísse nos pés de Gabriel Jesus. O atacante brasileiro viu bem a passada de Havertz entre os defensores do Luton e deixou o companheiro cara a cara com Kaminski. Frio, o alemão tocou na saída do arqueiro e empatou: 3 a 3.

A partir do tento de Havertz, o Arsenal cresceu em volume ofensivo e tomou conta do jogo. Em bonita jogada individual de Saka, Trossard chutou por cima da meta. Já um cabeceio venenoso de Havertz foi salvo por Kaminski. Mas não teve jeito. A pressão se mostrou eficaz e Declan Rice deu a vitória aos Gunners literalmente no último minuto dos acréscimos. Odegaard levantou na área do Luton e o volante inglês testou para baixo. A bola ainda resvalou no defensor adversário antes de morrer na rede: 4 a 3 e triunfo gigantesco do líder da Premier League.

Estatísticas de Luton Town 3 x 4 Arsenal – Premier League 2023/24

  • Posse de bola: 33% x 67%
  • Faltas: 14 x 7
  • Chutes: 6 x 23
  • Chutes no gol: 4 x 9
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo