O Arsenal continua com a sua ideia de reduzir o seu elenco e acertou a rescisão de contrato do zagueiro Sokratis Papastathopoulos, de 32 anos. Contratado em julho de 2018 por €16 milhões junto com Borussia Dortmund. Agora, o grego está livre para encontrar um novo clube. O jogador sequer tinha sido inscrito na Premier League, assim como Mesut Özil. Era previsto que o jogador deixasse mesmo o elenco dos Gunners.

O diretor técnico do , o brasileiro Edu Gaspar, agradeceu pelos serviços prestados pelo zagueiro, que fez 69 jogos pelo clube. “Ele foi uma parte importante do nosso grupo e foi um profissional modelo por todo o tempo. As negociações para terminar o seu contrato foram colaborativas e nós desejamos o melhor para Papa e a sua família no futuro”, disse o dirigente.

Há rumores que ligam Sokratis a clubes da Turquia, Itália e Espanha. Formado pelo Apollon Petalidiou, o zagueiro surgiu para o futebol com mais destaque no AEK, antes de partir para sua primeira equipe fora do país, o Genoa, em 2010. Jogou ainda, onde jogou por uma temporada. Jogou também pelo Werder Bremen, em 2012, e depois foi para o Boruussia Dortmund, em 2013, onde ficou até 2018. É jogador da seleção grega desde 2008 e já fez 90 jogos pela Grécia.

Com a saída do zagueiro e também de Özil, que já está na Turquia para assinar com o Fenerbahçe, o Arsenal reduz a sua folha salarial de forma considerável. Ao mesmo tempo, precisará de contratações para recompor o elenco, que perdeu em profundidade com as saídas. O técnico Mikel Arteta tem olhado para a base para recompor o time. Na prática, Sokratis não fará nenhuma falta porque ele nem tinha sido inscrito, afinal. Mas não quer dizer que o elenco não precisará ser reequilibrado.

As grandes contratações precisarão ser feitas só ao final da temporada, em junho. É possível que o clube até faça alguma contratação nesta janela, mas é improvável. A necessidade principal do clube é reduzir o gasto e, por isso, é mais provável que a lista de jogadores que deixem o clube aumente até o fim de janeiro, que acaba a janela de transferências do inverno europeu.