Premier League

A linda jogada de Firmino foi o que mais valeu na vitória do Liverpool sobre o Sheffield United

O Liverpool cumpriu a sua tarefa de domingo. Sim, porque vencer o Sheffield United, lanterna da Premier League é uma tarefa que precisa ser cumprida para os times do alto da tabela, especialmente um que busca recuperação depois de alguns tropeços. Os três pontos foram confirmados com uma atuação convincente e segura e com Roberto Firmino fazendo das suas, participante dos dois gols – um passe para um e marcando um golaço no outro. Bom, isso na hora, porque o árbitro anotou como gol contra por um desvio de Kean Bryan no caminho. Os 2 a 0 conquistados no Bramall Lane eram muito importantes para o time continuar remando em busca de um lugar entre os quatro primeiros.

A vitória foi importante para quebrar a série de resultados negativos do Liverpool na Premier League. Eram quatro derrotas seguidas, para Brighton, Manchester City, Leicester e Everton. Enfim, o time consegue três pontos para quebrar essa sequência, e em uma rodada que acabou sendo positiva para os Reds, com todos os times acima perdendo pontos – exceto pelo líder, Manchester City, que parece com uma mão e meia na taça.

Jürgen Klopp colocou em campo o zagueiro Ozan Kabak, contratado em janeiro, como titular. Ao seu lado, Nathaniel Phillips, que já teve momentos de insegurança na temporada. Diante do pior ataque da Premier League, o técnico alemão considerou uma boa oportunidade para dar confiança aos dois. E apesar de um lance ter dado um susto no primeiro tempo com um gol contra de Kabak, anulado por impedimento na jogada, a dupla conseguiu se virar bem em campo.

O primeiro tempo foi mais difícil do que se imaginava. O Liverpool criou duas boas chances para marcar, mas não aproveitou. O ataque tem sido o grande problema do Liverpool na temporada, o que é irônico, já que foi o ponto forte do time nos últimos anos. Nenhum dos três atacantes tem conseguido decidir, nem ser consistentemente efetivo como em anos anteriores também. O Liverpool, porém, era seguro, não sofria na defesa e chegava com constância ao campo de ataque. Parecia iminente que em algum momento o time marcaria. Não foi no primeiro tempo.

Logo no início do segundo tempo, Trent Alexander-Arnold cruzou, Roberto Firmino desviou para trás e Curtis Jones pegou firme, de primeira, e marcou 1 a 0. Houve uma reclamação que a bola saiu, mas o lance foi revisado e validado depois pelo VAR na revisão.

Com 19 minutos do segundo tempo, o Liverpool marcou o segundo gol. Não foi qualquer gol. Roberto Firmino fez uma linda jogada, girou sobre a marcação, tabelou com Sadio Mané e chutou para marcar, com desvio, 2 a 0 no placar. O árbitro acabou marcando na súmula como gol contra de Kean Bryan, porque ele desviou a bola no caminho. Uma decisão muito típica do futebol inglês, que adora dar gols contras em tudo quanto é desvio.

O segundo tempo do Liverpool foi melhor que o primeiro, com muito mais efetividade. No primeiro tempo, o time teve mais a bola, mas chegou menos ao ataque com perigo. No segundo, soube chegar mais rápido e mais efetivamente à área defendida pelos Blades.

Encerrado o jogo, os jogadores do Liverpool comemoraram e o autor do primeiro gol, o jovem Curtis Jones, de 20 anos, dedicou ao pai de Alisson, que morreu há quatro dias. “Tem sido um período difícil para mim e para o resto do time, mas eu estou feliz que consegui marcar um gol. Eu gostaria de aproveitar este tempo para dizer que este gol foi para o pai de Ali, na verdade. Que ele descanse em paz e, se Ali vir isso, isso é para você também, irmão”, afirmou ainda o jovem.

“Ele é um rapaz forte, é uma grande parte do time, ele não está aqui hoje, mas nós sentimos falta dele, certamente, e eu gostaria de dedicar o meu gol a ele, ao seu pai e ao resto da sua família”, continuou o meio-campista. Uma atitude bonita do jogador.

O Liverpool vai a 43 pontos, um a menos que o Chelsea e dois a menos que o West Ham, atual quarto colocado (veja tabela abaixo). Em uma rodada que Manchester United, Leicester, West Ham e Chelsea perderam pontos, o time de Klopp consegue reduzir a diferença para voltar à disputa.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Veja também:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.