Premier League

777 pode dar passo decisivo com a Premier League para adquirir o Everton

Empresa americana espera se reunir com a Premier League nesta semana para concluir compra do Everton

O processo de aquisição do Everton por parte da 777 Partners parece perto do fim. Segundo o “The Athletic”, a empresa de investimento americana espera se encontrar com a Premier League nesta semana para selar o acordo. Vale lembrar que a 777 fechou negócio com o então proprietário dos Toffees, o empresário britânico-iraniano Farhad Moshiri, em setembro de 2023, para comprar sua participação de 94,1% no clube de Merseyside. A operação recebeu autorização da Autoridade de Conduta Financeira (FCA) em dezembro, no entanto, ainda não foi aprovada pela Premier League.

A tendência inicial era de que a aquisição estaria concluída até o final de 2023, mas houve poucos progressos positivos de lá para cá. A 777 esperava discutir o caso com os dirigentes da Premier League na semana passada, contudo isso acabou não ocorrendo. Desse modo, a expectativa nos bastidores da empresa americana é de que a negociação enfim seja concluída nos próximos dias.

Caso a reunião desta semana aconteça, a Premier League discutirá a documentação que a 777 apresentou como parte do Teste de Proprietários e Diretores da Liga (OADT). Josh Wander e Steven Pasko, cofundadores da empresa, estão listados nos documentos de mudança de controle. A dupla se encontra no Reino Unido e assistiu in loco à derrota do Everton por 3 a 1 diante do West Ham United, no último sábado (2), em pleno Goodison Park. Josh e Steven estiveram ao lado do presidente-executivo do grupo de futebol, Don Dransfield, e o colega do conselho Andres Blazquez, que também é presidente-executivo de outro clube pertencente a 777, o Genoa.

Em síntese, a Premier League já enviou mensagens a 777 Partners pedindo mais clareza sobre determinadas questões relacionadas ao OADT e ao plano de administração da empresa, que pretende controlar o Everton pelos próximos três anos. As dúvidas sobre a proposta de aquisição dos Toffees pelo grupo americano aumentaram em fevereiro, depois que foi confirmado que uma fonte significativa de seu financiamento estava prestes a ser desligada.

A-Cap, uma empresa de serviços financeiros e seguros sediada em Nova Iorque, forneceu a 777 centenas de milhões de dólares em empréstimos e negócios de resseguros nos últimos três anos. Entretanto, ao que tudo indica, ela está ‘rompendo' com o grupo americano, movimento que acabou levantando suspeitas por parte da Premier League.

O que a 777 já fez pelo Everton

Desde que fechou acordo com Farhad Moshiri, a 777 Partners emprestou ao Everton 190 milhões de libras. Tal montante foi usado para capital de giro e gastos do projeto do novo estádio do clube. Espera-se que esses empréstimos sejam transformados em capital caso a aquisição seja aprovada pelos executivos da liga.

O principal objetivo do Everton hoje não está relacionado aos negócios, mas sim com a fase do time dentro de campo. Apesar da devolução de quatro pontos (Premier League reduziu de 10 para seis pontos a punição aplicada ao Everton por desrespeitar as regras de fair play financeiro da entidade), os Toffees seguem em posição incômoda na tabela. Com 25 pontos conquistados, ocupam o 16º lugar. Primeiro time da zona de rebaixamento, o Luton Town tem 20.

Próximos jogos do Everton

  • Manchester United x Everton – Premier League – 09/03
  • Bournemouth x Everton – Premier League – 30/03
  • Newcastle x Everton – Premier League – 02/04
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo