InglaterraPremier League

Por alguns segundos, Torres se lembrou como é ser um grande centroavante de novo

O Chelsea não desembolsou € 58,5 milhões por Fernando Torres à toa. Pode-se até questionar a fortuna paga ao Liverpool, mas não a qualidade que o atacante apresentava naqueles idos de 2011. Um camisa 9 completo, que não se limitava a marcar gols aos montes dentro da área, mas que também puxava o seu time com arrancadas fulminantes. Um futebol que, no entanto, o espanhol parece ter deixado em algum lugar no meio do caminho durante a mudança a Londres. Com os Blues, os bons momentos foram mais raros e os gols perdidos, constantes.

Neste sábado, Torres pareceu ter um lampejo. Por alguns segundos, lembrou como fazia antigamente e marcou um bonito gol para definir a vitória por 2 a 0 sobre o Hull City, que deixou o Chelsea provisoriamente na liderança da Premier League – Eden Hazard, também em bela jogada individual, havia inaugurado o marcador. No lance, o centroavante demonstrou a capacidade técnica que tanto o marcou há alguns anos. Para quem marcou apenas quatro gols em mais de um turno da liga, qualquer brilhantismo é um alento.

E, para quem não se recorda dos ótimos momentos de Torres no Liverpool, vale a pena conferir o vídeo abaixo:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo