Inglaterra

“Não aprenda inglês”, diz Hoddle a Capello

O novo técnico da Inglaterra, o italiano Fabio Capello, teve um conselho inesperado de um de seus antecessores no cargo. Glenn Hoddle, treinador da Inglaterra na Copa de 1998, sugeriu ao colega italiano que não aprenda a falar inglês para diminuir seu contato com a imprensa.

“Eu aconselho a Capello que use um intérprete durante todo o tempo”, disse Hoddle. “É a melhor maneira de ele manter a imprensa à distância”, afirmou ao respeitável diário britânico Guardian.

O fato de Capello não falar inglês é um dos principais motivos de crítica da imprensa local e de boa parte dos treinadores ingleses (que naturalmente não gostam de ver um estrangeiro num cargo que eles julgam deles por direito). Capello até já se adiantou e disse que estará falando inglês em 120 dias.

Hoddle teve boa participação á frente da Inglaterra. Levou á seleção para a Copa da França e foi eliminado pela Argentina nos pênaltis. Sua saída do comando dos ‘Three Lions’ não foi por causa da performance do time e sim por uma declaração polêmica. Hoddle, que se aconselha com uma curandeira chamada Eileen Drewery, afirmou que deficiências físicas congênitas são na verdade uma “punição” que algumas pessoas sofrem por pecados em vidas passadas.

Depois da declaração, Hoddle foi violentamente atacado pela opinião pública e até o então premiê, Tony Blair, exigiu sua demissão. Seu sucessor foi Terry Venables, que deixou a seleção depois de um fiasco na Euro 2000.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo