EuropaInglaterraLiga EuropaPortugal

Matador mascarado: Torres faz dois e vira artilheiro do Chelsea

O Chelsea conseguiu uma boa vantagem no jogo de ida das quartas de final da Liga Europa. E graças a dois gols do atacante Fernando Torres, o Chelsea chegou ao placar de 3 a 1 e tem uma vantagem confortável para administrar no jogo de volta, na próxima semana. Mais do que isso, Torres tornou-se artilheiro do Chelsea na temporada, com 19 gols.

O agora vice-artilheiro do time, Juan Mata, foi outro a se destacar no jogo. Foi dele o passe para o compatriota espanhol marcar o seu segundo gol na partida. Mata é o principal jogador em assistências na temporada. O passe para o gol de Torres foi o seu 24º na temporada, um número marcante e importante para um jogador que atua nessa função de armação.

O espanhol marcou o primeiro aos 16 minutos do primeiro tempo e Victor Moses ampliou ainda na primeira etapa. Bebars Natcho descontou de pênalti, mas Torres voltou a marcar aos 25 minutos e deu números finais à partida. Na partida de volta, o Chelsea poderá perder por um gol de diferença que estará classificado. Se perder por 2 a 0, o Rubin Kazan fica com a vaga pelos gols fora de casa.

Tottenham é surpreendido e só empata com o Basel em casa

Um dos times favoritos à conquista da competição, o Tottenham de André Villas-Boas, campeão do torneio pelo Porto há duas temporas, só conseguiu um empate com o Basel por 2 a 2, mesmo jogando em sua casa, o estádio White Hart Lane. E isso pode ser considerado lucro, porque o time perdia por 2 a 0 no primeiro tempo.

Valentin Stocker e Fabian Frei deram dois gols e uma vantagem improvável para o campeão suíço ainda no primeiro tempo. Os Spurs diminuíram ainda no primeiro tempo, com Adebayor, e conseguiram o empate ainda com um bom tempo para o fim do segundo, com Gylfi Sigurdsson, aos 18 minutos. Mas foi pouco. O time não conseguir ir além do empate e terá que vencer na Suíça se quiser ficar com a vaga na semifinal – ou conseguir um empate por três gols e avançar nos gols fora de casa, o que parece improvável.

Fenerbahçe derruba Lazio em Istambul

O Fenerbahçe sofreu, mas conseguiu uma importante vitória por 2 a 0 sobre a Lazio jogando em casa. Os turcos só conseguiram seus dois gols no segundo tempo, aos 34 e aos 46 minutos do segundo tempo, e assim poderá até perder por um gol que estará entre os quatro melhores da competição.

Depois de Ogenyi Nazi ser expulso logo aos três minutos do segundo tempo e deixar a Lazio com dez jogadores, o Fenerbahçe fez pressão e acabou conseguindo o gol aos 34 minutos, com Pierre Webo, em um pênalti polêmico. Dirk Kuyt, aos 46 minutos, tratou de marcar mais um e aumentar a vantagem turca para o jogo da próxima semana, no estádio Olímpico de Roma.

Benfica arranca virada sobre o Newcastle em Lisboa

O Newcastle assustou, mas o Benfica conseguiu uma vitória por 3 a 1 e leva uma vantagem boa para o jogo de volta na Inglaterra na próxima semana. Só que foram os Magpies que saíram em vantagem, aos 12 minutos, com um gol do artilheiro Papiss Cissé. Aos 25, Rodrigo empatou após rebote do goleiro em chute de Óscar Cardozo.

No segundo tempo, o brasileiro Lima marcou o gol da virada em um erro infantil do lateral Davide Santon. O italiano tocou para trás e Lima interceptou a bola, passou pelo goleiro e mandou para as redes.

Já aos 26 minutos, pênalti para o Benfica após uma mão na bola dentro da área. O paraguaio Óscar Cardozo, então, teve a chance de cobrar um pênalti e marcou o gol, mas o árbitro mandou voltar. O atacante bateu novamente, mudando a sua cobrança, e marcou de novo, mas desta vez valeu.

O Newcastle precisará de uma vitória por 2 a 0 no St. James’ Park, na próxima quinta, para arrancar a classificação. O Benfica pode até perder por um gol de diferença que volta à fase semifinal da competição – esteve lá há duas temporadas, quando caiu para o Braga na fase semifinal.

Confira os resultados dos jogos de ida das quartas de final da Liga Europa:

Quinta-feira, 4/abr
Chelsea 3×1 Rubin Kazan
Benfica 3×1 Newcastle
Tottenham 2×2 Basel
Fenerbahçe 2×0 Lazio

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo