Champions LeagueInglaterraPremier League

Mancini: “Torcerei para o Man United na Liga dos Campeões”

Roberto Mancini promete deixar as rivalidades de lado e torcer para que o Manchester United tenha sucesso na Liga dos Campeões. Porém, a boa vontade do treinador do Manchester City possui uma intenção por trás: o italiano espera que os Red Devils gastem seus esforços na competição continental e abram o caminho para seu time na Premier League. Eliminado na fase de grupos da LC, o City está a nove pontos de distância do United.

“Quando você joga na Liga dos Campeões contra o Real Madrid, você perde muitas forças se concentrando nesta partida. Então, torceremos para que o Manchester United avance na competição”, declarou o treinador. O City enfrentou o Real Madrid por duas vezes nesta Liga dos Campeões, perdendo no Santiago Bernabéu e empatando no Etihad. O primeiro confronto entre merengues e o United acontece no dia 13 de fevereiro, em Madri.

Mancini ainda avaliou que nenhum outro time inglês foi superior aos Citizens nas últimas duas temporadas: “Eu não acho que, nesses últimos dois anos, algum outro time tenha jogado melhor que nós. O Manchester United e o Chelsea são times fortes, mas não foram melhores que o Manchester City neste período”.

Por fim, o italiano lamentou a ausência de Yaya Touré nos últimos jogos: “Yaya é um jogador importante para nós. Quando ele não joga, ele é importante. Sentimos muito a falta dele nos últimos 20 dias. Tivemos falta de sorte em janeiro porque perdemos três jogadores para a Copa Africana”.

O Manchester City volta a campo neste sábado, quando enfrenta o Southampton em St. Mary’s. Além da Premier League, os Citizens seguem vivos na Copa da Inglaterra, na qual enfrentarão o Leeds nas oitavas de final.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo