Inglaterra

Man Utd completa transferência de Tevez

Enfim concluiu-se nesta sexta-feira a polêmica transferência de Carlos Tevez ao Manchester United. Após se desvincular do West Ham, o atacante foi registrado como atleta dos Red Devils.

A Premier League aprovou a negociação – que seria um empréstimo de dois anos. As negociações com o Manchester United avançaram na semana passada, quando a MSI, empresa responsável pelos direitos de Tevez, pagou € 3 milhões aos Hammers para obter a liberação do argentino.

Tevez, de 23 anos, teria condições de estrear pelos Red Devils já neste domingo, contra o Reading, na primeira rodada da Premier League. No entanto, o técnico Alex Ferguson afirmou nesta manhã que não o relacionará para a partida. O atacante já treinava há alguns dias com seus novos companheiros de equipe e deve entrar em campo no dérbi contra o Manchester City, em 19 de agosto.

“Tevez nos surpreendeu nos treinos durante a semana passada. Após a Copa América, e com um período curto de férias, acho que ele precise de um pouco mais de treinamentos. Contudo, ele participou bem das atividades e mostrou estar em forma. Tevez deve participar do duelo contra o Manchester City, mas é difícil confirmar o quanto ele jogará”, afirmou Ferguson, em entrevista ao site oficial dos Red Devils.

O atacante foi o pivô de uma complicada queda de braço entre o grupo de investimentos, cujo presidente é Kia Joorabchian, e o West Ham. A empresa se diz “dona” dos direitos do jogador e vinha negociando diretamente com o Manchester United. No entanto, os Hammers afirmavam ter a última palavra sobre o futuro do argentino e o havia impedido de fazer exames médicos nos Red Devils.

A polêmica sobre quem teria os direitos de negociar o jogador chegou à Fifa, mas a entidade recomendou que o caso fosse analisado pelo Tribunal Arbitral do Esporte, em Lausanne. West Ham e MSI entraram em acordo na semana passada, com o pagamento de € 3 milhões aos Hammers como compensação financeira.

O West Ham sofreu uma pesada punição por irregularidades na transferência de Tevez e Javier Mascherano. A Premier League impôs uma multa recorde aos Hammers, no valor aproximado de € 7,9 milhões. O clube violou uma das regras da entidade ao tratar da negociação dos jogadores com uma terceira parte, em vez de tratar de forma direta com o clube de origem dos dois. A equipe ainda corria o risco de perder pontos e, com isso, ser rebaixada. O Sheffield United, que caiu para a Championship, tentou tornar o castigo mais pesado e, dessa forma, garantir sua permanência na primeira divisão.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo