Inglaterra

Há oito anos, torcedor aposta em vitória por 4 a 1 em todo jogo do Exeter City (e tá no lucro)

Roger Hamilton-Kendall tem um hábito semanal há oito anos. Em todo jogo do Exeter City, aposta na vitória do time da quarta divisão pelo qual torce, sempre pelo mesmo placar: 4 a 1. E não é que ganhou no último sábado? O Exeter bateu o Barnet, por 4 a 1, pela 13ª rodada da League Two. Roger embolsou mais de £ 1 mil libras de premiação e afirma que desde o começo desta brincadeira já lucrou £ 600 no total.

LEIA MAIS: FM 2017 simulará a saída do Reino Unido da União Europeia. E tudo pode acontecer

Tudo começou, segundo ele, nas semifinais dos playoffs da Conference (quinta divisão) de 2008. Roger sonhou que o Exeter City venceria o Torquay United por 4 a 1. “Foi um sonho intenso, então, por diversão, apostei no placar de 4 a 1 e perdemos por 2 a 1”, contou, ao jornal Exeter Express & Echo.

No entanto, no jogo de volta, ele estava em Torquay e passou na frente de uma casa de apostas. As odds para a vitória por 4 a 1 do Exeter eram de 100 para 1 (retorno de £ 100 para cada libra apostada, em caso de acerto). Roger lembrou-se do sonho e fez a aposta. “O jogo foi uma montanha-russa emocional e acabamos vencendo por esse placar. Desde então, eu continuei a fazer a aposta. É minha aposta e é legal receber mensagens de boa sorte. Coloquei até 4 – 1 atrás da minha camisa do Exeter”, contou.

apostador-doido
Roger, à esquerda (Foto: Exeter Express & Echo)

Pela relação de partidas do site Soccerway, o Exeter City entrou em campo 441 vezes desde aquela fatídica goleada. Isso significa que Roger, caso tenha mesmo apostado em todos os jogos, já desembolsou £ 4.410. A goleada por 4 a 1 do último sábado foi a quinta que o time impôs ao adversário por esse placar nesse período. De acordo com o torcedor, as odds variam de 33/1 para 500/1. Uma média de 100/1 nas apostas que ele ganhou explicaria o lucro de £ 600 – e foi essa proporção que ele teve nas vitórias que deram início à tradição e na última, sobre o Barnet.

“Estive muito perto do placar em várias ocasiões e você recebe odds diferentes em diferentes casas de aposta. Eu lembro de ter conseguido 500/1 por uma vitória por 4 a 1, fora de casa, contra o Charlton, e estávamos vencendo por 3 a 1 a dez minutos do fim quando Jamie Cureton acertou a trave”, conta. “E há outro cenário, quando vencíamos, em casa, o Sheffield Wednesday, por 4 a 1, e, aos 43 minutos do segundo tempo, John O’Flynn fez o quinto. Isso me custou £ 800. Foi um gol amargo. John O’Flynn compensou, no entanto, quando marcou o quarto contra o Bradford quando o vencemos por 4 a 1, em 2013. Então, eu o perdoei”.

As goleadas por 4 a 1 do Exeter City são espaçadas: desde a semifinal contra o Torquay, houve duas no segundo semestre de 2008, uma em 2013 e agora duas em 2016: “Fui muito ridicularizado por causa dessa aposta, de vez em quando, especialmente quando não estávamos jogando bem, mas eu me mantive firme. Você nunca sabe. O futebol é um jogo estranho, não é?”. Isso, Roger, o futebol que é estranho.

 

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo