InglaterraPremier League

Dono e presidente do Liverpool têm uma esperança para 2015: Daniel Sturridge

Brendan Rodgers está sob pressão para fazer o Liverpool render mais. Depois de brigar pelo título até a última rodada em 2014/15, um resultado que ficou acima de qualquer expectativa que se tinha, o Liverpool se viu pressionado a repetir o desempenho e vem, até agora, fracassando. O time está em oitavo na Premier League, com 28 pontos em 19 jogos. Isso sem falar na eliminação do time já na fase de grupos da Champions League em um grupo que era cotado para avançar – mas viu o Basel ficar com o segundo lugar. Com um desempenho tão ruim, a demissão de Brendan Rodgers estava sendo fortemente especulada na Inglaterra. Os últimos resultados e, mais do que isso, o desempenho melhor do time fez as coisas mudarem de perspectiva. Ao menos é o que pensam os donos do Liverpool, que veem sinais positivos no time.

LEIA TAMBÉM: Ataque do Liverpool teve uma noite para lembrar a temporada passada

Em uma mensagem de fim de ano para os torcedores, o presidente do Liverpool, Tom Werner, e o dono do clube, John W. Henry, falaram sobre a proximidade de conquista do título inglês na temporada passada e de como a temporada atual está. Se o clima era pesado pelos maus resultados, os donos parecem estar felizes com o desempenho geral do time. “Houve muito a comemorar durante a nossa temporada memorável que terminou em maio”, diz o texto publicado no site do clube.

“Mesmo que não tenhamos atingido o nosso objetivo maior de vencer a Premier League, nosso estilo de jogo captou a atenção do mundo com o clube jogando um futebol ofensivo, marcando 101 gols. Luis Suárez foi nomeado o melhor jogador do futebol inglês, vencendo o prêmio de jogador do ano da associação de jogadores; Brendan Rodgers venceu como o técnico do ano; e o nosso capitão, Steven Gerrard, continuou a demonstrar seus talentos dos grandes jogadores de futebol da nossa era”, diz o texto.

“Como seria de se esperar ao perder um jogador tão capaz quanto Luis Suárez e fazer um grande número de novas contratações, nossa temporada teve um começo mais lento do que nós gostaríamos. Contudo, nas últimas semanas, nós estamos satisfeitos em ver um número de sinais positivos com novos jogadores começando a se acertar na vida em Anfield”, diz ainda a nota.

“Ao olharmos para a tabela nesse ano novo, nós diminuímos a diferença entre o Liverpool e os quatro primeiros colocados para cinco pontos. Nós estamos ansioso para o retorno de Daniel Sturridge em algum momento no fim de janeiro. Nós estamos muito encorajados por seus esforços em resolver as suas lesões. Foi feito um grande progresso foi feito para ajudá-lo a seguir em frente”, declarou.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM:

– [Retrospectiva] Por que a tragédia de Hillsborough aconteceu, e o que mudou depois dela

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo