Inglaterra

Dérbi londrino marca rodada da Premier League

A alegria da liderança ou a tristeza de perder um dérbi local. A 20ª rodada da Premier League deixa o Chelsea no limite entre a glória e a melancolia. Tudo porque enfrenta, fora de casa, o rival Fulham em um momento estratégico do campeonato.

Mesmo com o crescimento nos últimos anos – que colocou os Blues como um dos mais fortes e ricos clubes do mundo -, o Chelsea ainda tem como um de seus mais odiados adversários o Fulham. Ambos são vizinhos de bairro e o encontro entre eles é chamado de West London Derby.

Apesar do abismo técnico e financeiro entre as equipes, a perspectiva é de um jogo difícil para os azuis. O Chelsea não sofre gols há sete partidas como visitante e ainda não perdeu fora de casa neste campeonato, mas enfrenta um adversário que faz sua melhor campanha nos últimos anos e não perde há oito rodadas. Além disso, o time de Luiz Felipe Scolari não contará com o capitão Terry, suspenso.

Se vencer, o Chelsea pode até assumir a liderança. Isso porque, na abertura da rodada, o Liverpool tem um difícil encontro diante do Newcastle fora de casa. Os Magpies perderam apenas um jogo nas últimas sete rodadas e terão a seu lado uma das torcidas mais fanáticas da Inglaterra.

A arma do Liverpool, invicto há oito partidas, é o retorno do técnico Rafa Benítez, que esteve afastado por duas rodadas devido a uma pedra no rim. Quem também pode reaparecer é o atacante Fernando Torres, que já se recuperou de grave contusão e está à disposição do treinador espanhol.

Enquanto os líderes têm difíceis duelos como visitantes, o Manchester United – sem o capitão Rio Ferdinand, contundido – recebe na próxima segunda uma equipe em crise. O Middlesbrough não vence desde 9 de novembro. Desde então, foram três empates e quatro derrotas. A má fase colocou o Boro na luta contra o rebaixamento.

Uma vitória em Old Trafford pode colocar os Red Devils virtualmente na liderança. O Liverpool tem 42 pontos, um a mais que o Chelsea. Os mancunianos vêm na terceira posição, com 35 e dois jogos a menos. Se Reds e Blues tropeçarem, o time de Alex Ferguson assumiria a ponta com vitórias nas partidas adiadas.

Na briga pela quarta vaga inglesa na Liga dos Campeões, o Arsenal (32 pontos) tem a possibilidade de colocar pressão sobre o Aston Villa (35). Os Gunners, sem Fàbregas, recebem o oscilante Portsmouth.

A expectativa é de partida sem muitos problemas. O Portsmouth passa por má fase e seu técnico Tony Adams (curiosamente, um ídolo do Arsenal como jogador) está ameaçado. Além disso, o Pompey não vence os Gunners desde março de 1958. Para ganhar uma posição, o time londrino precisa vencer e contar com derrota do Villa fora de casa diante do perigoso Hull City (sétimo colocado, 27 pontos)

Veja os jogos da 20ª rodada do Campeonato Inglês:

Domingo, 28/dezembro
Newcastle x Liverpool
Arsenal x Portsmouth
Bolton x Wigan
Everton x Sunderland
Fulham x Chelsea
West Brom x Tottenham
West Ham x Stoke
Blackburn x Manchester City

Segunda, 29/dezembro
Manchester United x Middlesbrough

Terça, 30/dezembro
Hull x Aston Villa

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo