InglaterraPremier League

Com Lukaku voando, Everton já está nos calcanhares do Arsenal

A fome de gols do Everton segue intensa. O sábado foi de banquete para os torcedores que foram até o Goodison Park. O time venceu por 4 a 0 o Hull City, um dos piores times da liga, com uma goleada só construída nos acréscimos, com dois gols de Romelu Lukaku. O time vence a segunda partida seguida na Premier League e já iguala o Arsenal com 50 pontos, porém com dois jogos a mais. O momento, porém, é muito mais favorável aos Toffees.

LEIA TAMBÉM: Chelsea precisou martelar muito para arrancar uma vitória sofrida contra o Stoke

O Everton já viveu fases bem diferentes na atual edição da Premier League, mas vive uma ótima fase com o técnico Ronald Koeman. Contando com um Romelu Lukaku especialmente inspirado, o time vem crescendo. Nos últimos 10 jogos, sete vitórias, dois empates e só uma derrota. O time vem muito bem e começa a ambicionar mais. Ficar em quinto garantiria o time na Liga Europa, por exemplo.

O jogo deste sábado não foi tão fácil quanto o placar sugere. O jogo passou a maior parte no 1 a 0, com um gol de Dominic Calvert-Lewin, aos nove minutos. A missão foi facilitada com a expulsão do meio-campista Tom Huddlestone, aos 28. Pouco depois, aos 33, Enner Valencia ampliou o placar para 2 a 0. Foi só aos 46 minutos que Lukaku marcou o seu e, aos 49, marcou o segundo, fechando a conta em um 4 a 0 improvável na maior parte do jogo.

Os dois gols marcados por Lukaku levam o belga a 21 na Premier League, artilheiro isolado. Harry Kane é o concorrente mais próximo, com 19, seguido por Alexis Sánchez, com 18. Diego Costa, do Chelsea, tem 17. Ibrahimovic fecha a lista dos cinco primeiros com 15. Com Lukaku tão bem, o Everton sonha alto.

Chegou aos mesmos 50 pontos do Arsenal, mesmo com dois jogos a menos. Com a má fase do time de Londres e a boa sequência da equipe dirigida por Koeman, é possível sonhar com este quinto lugar. Aos poucos, o time tem mostrado força e tem tudo para terminar em alta a temporada.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo