EuropaInglaterraLiga EuropaPortugal

Chelsea 2×1 Benfica: o que os personagens do jogo disseram

Personagens de Chelsea e Benfica foram unânimes em apontar o equilíbrio na decisão da Liga Europa. Enquanto os blues apontaram para o esforço de sua equipe para selar a segunda conquista continental em dois anos, os encarnados lamentaram a falta de sorte e defenderam seus méritos para levar a taça. Já a boa notícia ficou por conta de Frank Lampard, que reafirmou o desejo de permanecer em Stamford Bridge, apesar de seu contrato acabar no final desta temporada.

*****

Frank Lampard, meio-campista do Chelsea: “Eu esperava marcar um gol, mas isso não importa, porque somos um time. Ninguém merece mais do que Ivanovic, ele tem sido fantástico. Foi uma vitória apertada, mas havia muita vontade neste time e demonstramos isso. Espero continuar no Chelsea. Ainda não sentamos para conversar, mas eu quero ficar e o clube tem sido brilhante, parece positivo”.

Rafa Benítez, técnico do Chelsea: “Estou muito contente e muito orgulhoso, porque não foi fácil. Falaremos sobre o título o tempo todo. Tivemos uma grande atuação no segundo tempo e estou feliz pelos jogadores e por todos envolvidos. Merecemos porque trabalhamos duro demais durante toda a temporada”.

Branislav Ivanovic, zagueiro do Chelsea: “É uma grande sensação. Tivemos uma temporada muito difícil, com muitos jogos. Trabalhamos duro, o time e a torcida merecem este troféu. É ótimo conquistar outro título europeu e agora é hora de celebrar”.

Fernando Torres, atacante do Chelsea: “Estou muito feliz. Não podia esperar pela final, foi um jogo muito duro. Talvez o Benfica merecesse mais, mas a qualidade individual fez a diferença. Não fizemos um bom primeiro tempo, mas mudamos nossa mentalidade para vencer e a diferença foi visível no segundo tempo”.

Luisão, capitão do Benfica: “Fizemos uma grande exibição, demonstramos a grandeza do Benfica, é isso que levamos deste jogo. É lógico que faltou aquela pontinha de sorte na finalização, mas ganhamos muita coisa. Não levamos a taça, mas é de salientar o que este grupo conquistou com este futebol, estando numa final europeia depois de 23 anos”.

Jorge Jesus, técnico do Benfica: “Voltou a acontecer, sofremos um gol aos 92 minutos. O Benfica esteve melhor a maior parte do tempo. Os jogadores do Benfica fizeram um excelente jogo, mas o futebol voltou a penalizar-nos. A haver um vencedor, face ao que foi o jogo, só podia ser o Benfica”.

Artur, goleiro do Benfica: “Demonstramos ao mundo que o Benfica é forte e que vai continuar forte. Demos o nosso melhor. Faltou uma pontinha de sorte. Golos sofridos nos acréscimos? Não há explicação”.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo