FrançaInglaterraLigue 1Premier League

Cantona elogia Mourinho, mas prefere estilo ofensivo; chama PSG de pequeno e recebe resposta de classe

Eric Cantona é um personagem daqueles que gosta de causar manchetes. Uma espécie de Zlatan Ibrahimovic antes da era do marketing e das redes sociais. Claro, ele surfa nessa onda atualmente, como ex-jogador, e continua causando manchetes. O ex-camisa 7 elogiou José Mourinho, atual técnico do Manchester United, mas disse que prefere um estilo de jogo mais condizente com a história do clube, ou seja, mais ofensivo.

LEIA TAMBÉM: Cantona segue sem se arrepender de voadora em torcedor do Palace: “Deveria ter chutado mais forte”

“United sempre joga de um modo positivo, de desfrutar o jogo. Mesmo no tempo do Sir Matt Busby, era a filosofia do clube, um jogo criativo com passe e movimento”, declarou Cantona em entrevista ao canal de Youtube FullTimeDevils.

“Além disso, vencer é muito importante. Mourinho irá vencer muito pelo Manchester United. Mas eu prefiro um jeito mais elegante e criativo [modo de jogar]. É por isso que eu amava jogar pelo Manchester United”, declarou ainda o ex-jogador francês. “Eu amo Mourinho. Eu apenas prefiro que seja mais ofensivo porque é o United”.

“É como o Barcelona. Se o Barcelona jogar de um modo defensivo, ninguém iria entender. No United, aquela filosofia é muito forte e agora é um pouco difícil de entender. Mas eu acho que Mourinho irá vencer com eles”, continuou o eterno ídolo dos Red Devils.

Cantona chama PSG de time pequeno e clube tem classe na resposta

O Paris Saint-Germain se tornou um dos grandes times da Europa, ao menos em contratações. E com tantos jogadores empilhados em Paris e a necessidade de vender para fazer caixa e não ser pego no Fair Play Financeiro, os entrevistadores perguntaram quem Cantona gostaria de ver vestindo a icônica camisa 7 do United que viesse do PSG.

“Eu amo Pastore, ele joga pelo Paris, mas não entra no time. Pastore é muito especial, ele te surpreende toda vez. Ele dará a bola que você não tinha visto antes”, afirmou Cantona. “Ele joga pela Argentina, um grande país. Mas ele não joga pelo Paris, um clube pequeno! Ou um clube pequeno com muito dinheiro”, disse o francês, instaurando uma polêmica.

Vale lembrar que Cantona nasceu em Marselha, onde fica o Olympique de Marseille, grande rival do PSG em termos nacionais. Ele mesmo, porém, nunca atuou pelo time da sua cidade. Começou a carreira no Auxerre, atuou emprestado ao Martigues, Bordeaux e Montpellier, o Nimes e chegou à Inglaterra em 1992 para atuar pelo Leeds. Ficou só um ano no clube antes de chegar ao Manchester United, no próprio ano de 1992, onde atuou até 1997, quando se aposentou precocemente, aos 29 anos.

O PSG, por sua vez, foi muito elegante para responder à provocação de Cantona. Citou a fala do atacante sobre Pastore com uma frase que o próprio ex-atacante disse quando agrediu um torcedor do Crystal Palace, em 1995. “Quando as gaivotas seguem o barco arrastão, é porque acham que as sardinhas serão jogadas no mar”. Que classe, hein?

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo