Inglaterra

Brentford reforça sua defesa com o zagueiro Ben Mee, capitão do Burnley

Aos 32 anos, Mee ficou sem contrato com o Burnley, rebaixado à segunda divisão inglesa, e assinou por dois anos com o Brentford

O Brentford reforçou a sua defesa com o bom zagueiro Ben Mee, que era capitão do Burnley, rebaixado à segunda divisão inglesa. Aos 32 anos, o defensor assinou contrato por dois anos com o clube da Premier League. Ele encerrou uma passagem de 11 anos pelo Burnley em junho, quando acabou o seu contrato.

Mee era um dos pilares da defesa do Burnley e fez 376 jogos com a camisa do clube. Ele chegou ao clube em 2011, inicialmente por empréstimo do Manchester City, mas foi contratado em definitivo em 2012. São 11 temporadas defendendo a camisa dos Clarets, onde se tornou capitão. O rebaixamento, culminando junto com o fim do seu contrato, colocou fim a essa passagem.

Com Mee no mercado, o Brentford aproveitou para adicionar experiência, liderança e, claro, boa capacidade de lutar na Premier League. Zagueiro forte e muito físico, Ben Mee é um jogador que certamente ajudará os Bees, que devem novamente lutar para continuarem na primeira divisão inglesa. Será a segunda temporada do clube na Premier League na sua história, depois de escapar do rebaixamento na temporada passada.

“Estou muito feliz que contratamos Ben. Ele irá adicionar qualidade e experiência ao elenco. Ele teve seis bons anos com o Burnley na Premier League. Eu realmente amo sua mentalidade defensiva, ele sabe como defender a área, ele sabe como bloquear um chute e ele sabe como vencer duelos”, disse o técnico Thomas Frank.

“Ele irá trazer liderança e comunicação ao time, o que é muito atrativo. Ele tem um pé esquerdo muito bom e será muito bom para nós em bolas paradas nas duas áreas. Estou ansioso em adicioná-lo ao elenco”.

É a quarta contratação do Brentford na temporada, depois de Aaron Hickey, Keane Lewis-Potter e Thomas Strakosha.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo