FrançaInglaterra

Beckham: “Não sou só marketing, jogo futebol”

O meio-campista inglês David Beckham foi contratado pelo Paris Saint-Germain na janela de transferências de janeiro, aos 37 anos. A contratação foi vista por muitos como um golpe de marketing dos parisienses, mas a boa estreia do jogador no fim de semana e no meio da semana, ambos contra o Olympique de Marseille, mostraram que o jogador pode render em campo. E ele refuta o rótulo de ferramenta de marketing.

“Se eu posso contribuir com o clube vendendo muitas camisas, não tem problema, isso é ótimo. É ótimo poder ver tantas pessoas vestindo a minha camisa”, afirmou o jogador ao jornal L’Equipe. “No passado, nos clubes que eu joguei, eu ouvi a mesma coisa, que eu iria vender camisas. Foi assim no Manchester United, Real Madrid, Milan e Los Angeles Galaxy”, continuou. “Eu estou muito orgulhoso que as pessoas comprem a minha camisa, mas eu ainda posso jogar futebol, eu posso assegurar para você”, disse o meia inglês, de 37 anos.

Depois de defender a si mesmo, Beckham falou sobre o astro do time, Zlatan Ibrahimovic, sempre polêmico e acusado de ser egoísta. “Todo mundo tem um ego, mas o dele é um super tipo. Antes de terminar aqui, eu irei conhecer o jogador. Eu o vi jogar contra alguns dos maiores clubes do mundo, mas eu nunca o conheci como companheiro de time. Agora sim”, contou. “Estou no clube há três semanas, mas eu nunca conheci muitos jogadores na minha carreira tão profissionais como Zlatan”, disse ainda Beckham.

“Há uma incrível mistura de jovens jogadores e de grandes nomes com mais experiência, como Ibra. Você sabe, em um grande clube, é muito difícil garantir que todos os jogadores tenham a mesma fome, o mesmo desejo de vencer”, disse. “Ibra é um grande exemplo. Ele pensa o futebol, ele vive o futebol, mas ele continua a trabalhar duro e ele quer ganhar todas as vezes. Quando ele perde um pequeno jogo, sua cara entrega, é impressionante”, disse ainda o inglês.

Ibrahimovic fez 22 gols na Ligue 1 nesta temporada e lidera a tabela de artilharia da competição.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo