InglaterraPremier League

Aviso aos concorrentes na Premier League: Corram que o Manchester City vem aí

A surpreendente campanha do Leicester na Premier League leva a perguntas se o time terá força para ser campeão. A liderança do Arsenal também leva a pensar se o time de Londres será finalmente capaz de voltar a ser campeão, algo que não consegue desde 2004. Atrás dos dois, vem a maior ameaça ao sonho dos dois primeiros: o Manchester City. Um dos elencos mais caros da liga, o time tem talentos que fazem a diferença, como ficou demonstrado mais uma vez neste sábado. Contra o Crystal Palace, jogando em casa, o City de Kevin de Bruyne e Sergio Kun Agüero goleou por 4 a 0 e deixou claro que é um forte candidato a levantar a taça mais uma vez. Talvez o maior candidato. E a vitória ainda colocou o time provisoriamente na liderança pelo saldo de gols. Uma pressão na concorrência.

LEIA TAMBÉM: Eriksen faz o torcedor do Tottenham sonhar cada vez mais alto na Premier League

A vitória deixou o Manchester City com os mesmos 43 pontos de Leicester e Arsenal. E mais do que empatar em pontos contra times que ainda podem pontuar na rodada, o Manchester City aumentou mais a sua vantagem como o melhor ataque da Premier League. Os 4 a 0 levam os Citizens a 43 gols, mais do que Arsenal (37), Leicester (38) e Tottenham (38). Um força plenamente compreensível dado os nomes que o time tem. O principal deles é Sergio Agüero, mas é impossível não citar o principal criador de jogadas do time, Kevin de Bruyne, que já fez nove assistências na temporada, atrás apenas de Mesut Özil, do Arsenal, que tem 16. Isso sem falar ainda de David Silva, que tem oito assistências e segue sendo destaque também neste quesito.

O ataque dos Citizens é mesmo avassalador, mas não é só pelos jogadores propriamente de frente. Neste sábado, quem se destacou joga mais atrás. E olha que normalmente uma afirmação como essa levaria a crer que estamos falando de Yayá Touré, um dos meio-campistas de mais qualidade no mundo. Mas, na verdade, o destaque desta vez foi outro: Fabian Delph. Ele marcou um dos gols do time, o primeiro, aos 22 minutos do primeiro tempo, e ajudou a substituir o marfinense, que foi descansado no banco de reservas.

Vale lembrar ainda que o técnico Manuel Pellegrini deixou no banco uma de suas contratações mais caras, Raheem Sterling, mais um que foi descansado em meio ao calendário cheio de jogos do Campeonato Inglês neste início de ano. Somando tudo isso ao bom desempenho defensivo do time, com uma defesa bem postada com Zabaleta, Otamendi, Demichelis e Kolarov, o resultado foi uma goleada tranquila contra um time que vinha bem na liga. Tanto que mesmo com a derrota, o Crystal Palace segue bem colocado, em oitavo lugar, provisoriamente, com 31 pontos. Pode ser ultrapassado até o final da rodada, neste domingo.

A temporada na Premier league está bastante emocionante, com um perde e ganha e jogos imprevisíveis. Tudo isso é verdade, mas o Manchester City colar na liderança como fez neste sábado, com possibilidade de terminar na ponta se os rivais perderem seus jogos, dá para considerar que o City, com toda sua força de elenco e de experiência nos últimos anos, pinta como o grande favorito para levantar a taça. E uma taça que o City levantou há duas temporadas, exatamente com Manuel Pellegrini no comando. Mais uma vez, o Manchester City parece ser o time mais preparado para ficar com a taça, enquanto os demais batem cabeça. Mas isso é só uma possibilidade por enquanto. Resta saber se o potencial do City será atingido e se os concorrentes conseguirão manter o ritmo alucinante que vieram até aqui.

GOLS

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo