Inglaterra

Arsenal pode fazer investida pelo flop de 100 milhões de euros do Chelsea

Decepcionado com desempenho de Mudryk, Chelsea pode negociar ucraniano na próxima temporada; Arsenal e Juventus estão interessados

Um antigo desejo do Arsenal pode reforçar a equipe na próxima temporada, mesmo que esse mesmo jogador esteja em um rival da mesma cidade e que seja considerado uma das grandes decepções da Premier League nos últimos tempos. Apesar disso, os Gunners poderão reativar a vontade de Mikel Arteta e buscarem um acordo com o Chelsea para contratar Mykhaylo Mudryk.

E o rival londrino não é o único interessado no atacante ucraniano. De acordo com apuração do site Fichajes, a Juventus também mostrou desejo de contar com Mudryk para 2024/2025. Contratado por 70 milhões mais 30 milhões de euros em bônus do Shakhtar Donetsk, Mudryk não mostrou até agora o motivo dos Blues terem pagado uma quantia tão alta em janeiro de 2023.

Nesta temporada, por exemplo, o ucraniano, reserva do time de Mauricio Pochettino, fez apenas 4 gols e deu 3 assistências em 26 partidas. Muito pouco para um atleta que custou tanto aos cofres do Chelsea. Segundo a publicação, os Blues não desconsideram liberar o jogador, seja por empréstimo ou com uma eventual venda, mesmo sabendo ser muito improvável que algum clube pague o mesmo valor gasto há um ano e meio.

‘Ele não conhece o jogo'

Em entrevista à BBC em novembro, o técnico Harry Redknapp disse que Frank Lampard, um dos técnicos do Chelsea na última temporada, revelou a ele que se surpreendeu negativamente com Mudryk após o alto investimento.

– O Frank disse ‘Harry, ele é muito rápido, ele é como um raio, mas ele não conhece o jogo. For 100 milhões e ele não conhece o jogo!' Quero dizer, ele deveria saber tudo sobre por todo esse dinheiro -, disse Redknapp.

Ainda há tempo para se redimir

Mas nem tudo está perdido para o atacante de 22 anos, aparentemente. O primeiro clube que negociou com o Shakhtar foi o Arsenal, que teve propostas recusadas em janeiro, pouco antes do Chelsea pagar a quantia desejada pelo clube da Ucrânia. Sem Mudryk, os Gunners resolveram investir 24 milhões de euros para contratarem Leandro Trossard, do Brighton. O atacante de 29 anos custou quatro vezes menos do que o Mudryk, e mesmo sendo reserva nesta temporada fez 10 gols, apesar de só ter dado 2 assistências.

Apesar do investimento no belga ter sido melhor até agora em termos de custo-benefício, aparentemente o Arsenal ainda está disposto em contar com o ucraniano. Há um histórico recente de negociações feitas entre os dois rivais. Mais recentemente, os Gunners tiraram Jorginho e Kai Havertz do Chelsea. Assim como Mudryk, o alemão também não vinha em um bom momento atuando pelos Blues. No Arsenal, o ucraniano disputaria posição com o próprio Trossard, e também com Martinelli, titular absoluto da ponta esquerda.

Já no Chelsea, a tendência é que Mudryk tenha mais oportunidades neste fim de temporada, mesmo que de maneira forçada. Com a nova lesão de Nkunku, o camisa 10 é a principal opção para Pochettino usar na ponta-esquerda caso ele queira tirar Raheem Sterling. Mesmo ainda no banco, a possibilidade do ucraniano ter uma minutagem maior é muito grande, em que ele poderá ganhar autoconfiança e de fato justificar o peso de sua contratação. Apesar do peso grande nas costas, o atacante ainda tem 22 anos. Seja no Chelsea ou em outro lugar, inclusive na mesma cidade, ainda há tempo para Mudryk se reencontrar.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo