Inglaterra

Ange Postecoglou e um desabafo necessário sobre a queda vertiginosa do Tottenham

Postecoglou critica desempenho do Tottenham na reta final da temporada e se culpa pelo mau momento do time

O Tottenham caiu de produção no momento mais decisivo da temporada. Na última quinta-feira (2), os Spurs foram derrotados pelo Chelsea, por 2 a 0, em Stamford Bridge, e amargaram o terceiro revés consecutivo. Ange Postecoglou, obviamente, não está nada satisfeito com o desempenho de seus comandados. Após o clássico londrino, o técnico grego-australiano deixou isso bem claro. Em entrevista à imprensa inglesa, Ange não poupou críticas a atuação do Tottenham e se culpou pela irregularidade da equipe.

— Não foi uma grande noite para nós. Não jogamos nem perto do que podemos e não tínhamos a mentalidade que espero que tenhamos. Isso é por minha conta, tenho que assumir a responsabilidade por isso. Sou eu quem os prepara. Quando estamos tão longe disso (bom nível de jogo), tenho que olhar para mim mesmo e ver como estou preparando esse time. Faltou-nos uma verdadeira convicção e uma mentalidade positiva no nosso futebol. Não tivemos muita fluência, nenhum tipo de agressividade com e sem bola.

— Não mostramos os níveis de energia que normalmente mostramos num jogo, principalmente na parte defensiva do nosso jogo. Nossa pressão geralmente tem sido bastante consistente durante todo o ano, mesmo quando nosso futebol tem oscilado. Mas especialmente no 1º tempo, não mostramos a mesma energia e determinação no nosso trabalho defensivo. Como disse, a responsabilidade é minha.

Os números evidenciam a questão defensiva levantada por Ange. A última vez que o Tottenham deixou o campo sem ser vazado foi no dia 10 de março, na goleada por 4 a 0 sobre o Aston Villa, em Birmingham. De lá para cá, 15 gols sofridos em sete jogos — média superior a dois tentos por partida.

O péssimo timing da derrocada do Tottenham

O início de trabalho de Ange Postecoglou à frente do Tottenham foi para lá de promissor. Os Spurs mostraram bom futebol, engataram sequência de vitórias e alcançaram o G4 da Premier League. No entanto, tal cenário mudou drasticamente nas últimas semanas. O rendimento caiu, as derrotas se tornaram bem mais frequentes e o time acabou perdendo a quarta colocação para o Aston Villa. Apesar da frustração, Ange tratou a queda da equipe como normal e necessária.

— Todos os trabalhos que fiz tiveram momentos difíceis, às vezes no início, às vezes no meio, às vezes no final. Nada me surpreende e é uma porta necessária para isso. É como você cresce. Você não cresce pensando que tudo vai correr bem. Você precisa passar por esses momentos e descobrir mais sobre si.

Com 60 pontos conquistados, o Tottenham ocupa a quinta colocação da Premier League. Em quarto lugar, o Aston Villa soma 67 pontos. Vale destacar que os Spurs tem um jogo a menos em relação ao clube de Birmingham. Ainda assim, para conseguir a classificação à Champions, o time londrino terá de torcer contra o adversário. Liverpool, Burnley, Manchester City e Sheffield United são os últimos compromissos do Tottenham no certame.

O que Ange pensa para longo prazo?

Ange Postecoglou pode não ter conquistado grandes títulos ao longo da carreira. Mas sua sede insaciável por vitórias e vontade de alcançar grandes feitos e conquistas é inegável. Desde que chegou ao Tottenham, o treinador de 58 anos sempre deixou claro que não entra em competições apenas para participar. Na cabeça do comandante, levantar troféus deve ser o foco da equipe.

— Estamos muito longe, mas isso não significa que não possamos desafiar no próximo ano. Não sei de que outra forma colocar isso. Penso que em termos da equipe que quero que sejamos, estamos bastante longe, mas não estou descartando que temos de ser competitivos e lutar pelo sucesso todos os anos que estou aqui. Não vou considerar nenhum ano apenas como um ano de construção. Cada ano é um ano de construção para chegar onde queremos, mas também é uma oportunidade para termos sucesso. Como foi este ano e ficamos aquém disso.

Ange Postecoglou tem contrato até junho de 2027 com o Tottenham, e sua permanência para 2024/05 está garantida. A insatisfação com a queda de desempenho dos Spurs existe, mas não interromperá o trabalho do grego-australiano.

Os últimos jogos do Tottenham na Premier League

  • Liverpool x Tottenham – 05/05
  • Tottenham x Burnley – 11/05
  • Tottenham x Manchester City – 14/05
  • Sheffield United x Tottenham – 19/05
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo