Holanda

Willem II é tão penetra na festa do Ajax que pode até estragá-la

Essa foi uma semana de festa na Holanda. Já o seria naturalmente: todo dia 30 de abril, comemorava-se o Koninginnedag (Dia da Rainha), que nada mais era do que a grande festa de aniversário “feita” para a monarca holandesa. E que continuava sendo feita em tal data: embora a rainha Beatrix tenha nascido em 31 de janeiro de 1938, 30 de abril foi o dia em que nasceu sua mãe e predecessora, Juliana.

Mas a festa de 2013 foi ainda mais especial: além de “celebrar” seu “aniversário” – com todos os hábitos a que o país está acostumado no Koninginnedag, como os brechós familiares e as festas por todo o país -, Beatrix estava se despedindo do trono, entregue ao herdeiro Willem-Alexander, o primeiro monarca holandês masculino depois de 138 anos.

Mas a festa do Dia da Rainha (que, obviamente, passará a ser o Dia do Rei a partir de 2014) já acabou. E toda a Holanda já voltou ao normal. Isto é, quase toda a Holanda. Porque na ArenA Boulevard, 29, em Amsterdã, as comemorações podem estar apenas começando. Este é o endereço do Ajax, que está com tudo pronto para conquistar mais uma vitória, sua 21ª no Campeonato Holandês, e celebrar a conquista do 32º título nacional de sua história, no domingo.

A certeza de que os Ajacieden sairão da Amsterdam ArenA comemorando já foi expressa pelo técnico, após a vitória algo tranquila contra o NAC Breda, no sábado passado (2 a 0). Frank de Boer não fez questão nenhuma de dizer um clichê do tipo “precisamos ter calma, nada está ganho” ou coisa assim: “Acho que o campeonato acabou. Enfrentaremos o Willem II em casa, e jogos assim a gente vence, em regra. Será uma festa muito bonita, novamente”.

De fato, o time de Tilburg entrará na 33ª rodada como o grande franco atirador. É o último colocado da Eredivisie, com 20 pontos, 50 a menos do que o Ajax. Ainda tem uma leve chance de escapar do rebaixamento direto: a duas rodadas do fim, está quatro pontos atrás do VVV-Venlo, que estaria indo para a repescagem contra o rebaixamento. Mas dizer que os Tricolores estão praticamente condenados a testemunharem a festa do Ajax é chover no molhado. Talvez o próprio time saiba disso.

E eis aí uma coisa que pode ajudar demais o Willem II. Porque a tranquilidade da equipe é algo de se espantar, totalmente estranha a um time à beira da queda para a segunda divisão – pelo menos, no conceito que nós, brasileiros, temos em relação a tal situação. Para começo de conversa: não só o técnico Jurgen Streppel está em seu posto desde o início da temporada, como já renovou contrato por mais dois anos com o clube.

A base do time também não se alterou tanto ao longo de 32 rodadas. A defesa conta com o goleiro David Meul e o zagueiro Philipp Haastrup; no meio-campo, Marc Höcher controla as ações; e no ataque está o grande destaque da equipe na temporada, o atacante luxemburguês Aurélien Joachim. Essa espinha dorsal já foi responsável por atuações muito honrosas. Por exemplo, quando o time empatou com o Twente, fora de casa (1 a 1). Ou quando a equipe vendeu caríssimo a derrota para o PSV (3 a 1), há quatro rodadas.

Claro, isso não significa que o Twente esteja sorrindo. Jurgen Streppel lamentou muito os seis jogadores titulares que desfalcaram a equipe na rodada passada, quando houve a derrota para o Vitesse (3 a 1): “Não conseguimos superar as ausências. Normalmente, prefiro nem falar de jogadores que não estavam em campo, mas hoje o esquema ficou bastante afetado”.

De todo modo, com o contrato renovado – e até promovido, uma vez que também será diretor técnico da equipe -, Streppel elogia o comportamento da torcida: “Eles merecem um time digno de estar na Eredivisie. E vamos trabalhar para isso”. É necessário, mesmo.

Agora, com a tranquilidade de quem sabe que fez o possível, mas que ficar na primeira divisão é bem complicado, o Willem II vai ser coadjuvante do jogo da festa do Ajax. E talvez, assim, exatamente por essa falta de responsabilidade, a equipe de Tilburg tenha uma leve esperança de poder frustrar a festa já armada em um espaço próximo à Amsterdam ArenA, em caso de título dos donos da casa.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo