Holanda

Após perder Brobbey de graça há um ano, o Ajax não guardou rancores e recomprou o atacante por €16,3 milhões

Brobbey tentou a sorte no RB Leipzig, mas percebeu meses depois que o Ajax oferece as melhores condições ao seu desenvolvimento

Brian Brobbey teve idas e vindas nos últimos meses de carreira. O centroavante surgiu como uma excelente revelação do Ajax, mas não quis renovar seu contrato com o clube. Saiu de graça para o RB Leipzig na última temporada. A experiência na Alemanha não saiu como o esperado e, seis meses depois, o jovem estava de volta a Amsterdã por empréstimo. E seu futuro curiosamente continuará atrelado com os Ajacieden. Nesta sexta-feira, o clube confirmou a contratação em definitivo do jogador de 20 anos. Pagará €16,3 milhões aos Touros Vermelhos, que saem com um belíssimo negócio na parte financeira.

É natural questionar o dinheiro “desperdiçado” pelo Ajax em toda essa negociação. De um jogador que estava no clube, precisa transformá-lo em contratação de peso um ano depois. Porém, o talento de Brobbey serve de justificativa para os Godenzonen no negócio. Os últimos seis meses emprestado foram ótimos, até melhores do que a ascensão inicial do garoto. Assim, os Ajacieden preferem confiar que ele poderá representar o futuro da linha de frente – e, muito provavelmente, render uma venda mais vantajosa ainda num futuro próximo. Não à toa, mesmo com o lucro, o RB Leipzig fez jogo duro para abrir mão de sua promessa. Sabia o quanto ele valia, em potencial, mesmo que seguisse sem espaço na Red Bull Arena.

Brobbey possui a cultura de base do Ajax desde cedo. Ingressou no clube aos oito anos de idade e passou por todas as categorias formativas. Teve números espantosos no sub-17 e no sub-19, assim como arrebentava no time B. Chegou a marcar 17 gols em 34 partidas na segunda divisão do Campeonato Holandês, números excelentes para quem apenas começava a pintar nos níveis principais e sequer era titular absoluto. Foi quando o técnico Erik ten Hag o puxou para o time principal, na temporada 2020/21.

Pela Eredivisie, Brobbey marcou três gols em 12 partidas. Brilhou mesmo na Liga Europa, com três gols em seis aparições. Num momento em que o time possuía desfalques no ataque, mesmo a recusa do jovem quanto ao novo contrato não o afastou da equipe. E ele correspondeu muito bem. Assim, parecia uma excelente aposta para o RB Leipzig, especialmente pelas condições do negócio. Os Touros Vermelhos remontavam o seu ataque e ganhavam um centroavante de extremo potencial. Não deu certo. Em meio à bagunça que foram os meses sob as ordens de Jesse Marsch, Brobbey disputou 13 jogos pelo clube e passou em branco. Viu-se sem espaço.

A solução para retomar sua ascensão? Voltar para o Ajax em janeiro. E o clube não foi rancoroso, quando também via que o garoto poderia ser um belo acréscimo como alternativa ao ataque na reta final da temporada 2021/22. Brobbey seria importante na reconquista da Eredivisie. Num momento em que os Godenzonen oscilavam, o centroavante marcou gols decisivos na competição, inclusive no clássico contra o PSV. Foram sete tentos em 11 aparições pela liga, com uma média ótima de um tento a cada 57 minutos em campo. Convenceu que o melhor seria reatar os laços e retornar à Amsterdam Arena.

“Sou grato às pessoas na Alemanha por me deixarem voltar ao Ajax. Agora quero continuar o caminho do último ano e ser importante com gols. Não vou mais a lugar algum. Fiquei na Alemanha por duas semanas, mas continuava mandando mensagens e perguntando quando o contrato ficaria pronto. Já estava fora de mim, mas os clubes ainda tinham que negociar. Tive ótimos companheiros na Alemanha, mas era hora de voltar para casa”, comentou Brobbey, em sua primeira entrevista após o retorno.

Aos 20 anos, Brobbey percebe que seu planejamento de carreira não foi o melhor, quando tinha à disposição um ambiente como o do Ajax e dispensava adaptações. O clube também oferece uma segunda chance ao centroavante, nome certo nas seleções de base e que possui ótimas perspectivas. Brobbey deve ser mais utilizado com a venda de Sébastien Haller. Ainda ganha a companhia de Steven Bergwijn, com quem poderá se alternar no comando do ataque. Porém, pelas características, é o jovem quem atende a demanda de um centroavante mais de ofício para o técnico Alfred Schreuder.

O Ajax chega a cinco reforços nesta janela de transferências, com um investimento de €85,6 milhões. Além de Brobbey e Bergwijn, o setor ofensivo também ganhou Francisco Conceição, do Porto. Já as novidades da defesa se concentram em Owen Wijndal (AZ) e Calvin Bassey (Rangers). Exceção feita a Bergwijn, de 24 anos, todos os outros não passam dos 22. Já as vendas totalizam €107,9 milhões. Lisandro Martínez, Sébastien Haller, Ryan Gravenberch e Dominik Kotarski foram vendidos. Saíram ao final de seus contratos ainda Noussair Mazraoui, André Onana, Danilo Pereira e Przemyslaw Tyton.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo