Holanda

Ao saber que idoso não poderia mais ir ao estádio, Ajax o buscará de carro em todos os jogos

O Ajax pode estar distante de seus momentos mais gloriosos dentro de campo. No entanto, o clube holandês vem dando um grande exemplo de hospitalidade e cuidado com o torcedor. A primeira prova disso nesta semana aconteceu na quarta, durante a partida contra o Heracles, pelo Campeonato Holandês. Os 15 espectadores visitantes que foram à Amsterdam Arena ganharam direito a camarote, em uma recepção de alto nível dos rivais. Já nesta quinta, outro sinal de boa vontade com um de seus fanáticos. Os alvirrubros resolveram atender ao pedido especial de um antigo torcedor, com problemas para se deslocar ao estádio.

A história começou no twitter. Esther Crena Uiterwijk escreveu uma mensagem tentando ajudar um amigo. Durante mais de dez anos, a moça frequentou um lugar nas arquibancadas ao lado do assento de Willem Groen. E se comoveu quando o senhor de 79 anos contou que não teria mais companhia para sair de sua cidade e não se atreveria a viajar sozinho de trem, diante das limitações pela idade avançada. Então, ela resolveu buscar uma carona solidária. No texto, procurava um torcedor da cidade de Leiden (a 40 km de Amsterdã) que também tivesse o carnê de temporada e costumasse ir ao estádio de carro.

O pedido de Esther logo se espalhou nas redes sociais. E chegou ao próprio Ajax em menos de duas horas. Em sua conta oficial, o clube respondeu à moça, prometendo buscar Willem em todas as partidas através de um carro da Mercedes-Benz, uma de suas patrocinadoras. Além disso, a diretoria alvirrubra também ligou ao idoso. “Isso não é fantástico? Não pensava que um clube pudesse fazer isso”, afirmou o homem, em entrevista ao jornal Leidsch Dagblad. “Acho perigoso andar à noite no transporte público. O meu cachecol não é o suficiente para me proteger. Pensava que teria que me acostumar com o sofá, mas não. Isso é ótimo”.

Fanático pelo Ajax, Willem frequenta os jogos do time desde os 19 anos, e nunca abandonou o estádio desde então. “Serei assim até a minha morte. Minha esposa diz que não me casei com ela, mas com o Ajax. O time é tudo para mim, não durmo uma noite sem pensar no Ajax”, contou. E, além da carona, o clube também prestará uma homenagem ao veterano no próximo clássico contra o Feyenoord, em 7 de fevereiro. Será chamado ao gramado e ganhará um lugar nos camarotes. Apesar disso, ele mantém a sobriedade: “Vou até o espaço VIP, mas depois volto para o meu lugar de sempre. Não quero ver o jogo entre os figurões”.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo